InternetData CenterAssinante

Fim do borrachudo: prefeitura atende reivindicação antiga da comunidade de Rio Maior

Trabalho será realizado nos afluentes e promete reduzir até 80% a incidência do mosquito
Fim do borrachudo: prefeitura atende reivindicação antiga da comunidade de Rio Maior
Foto: Divulgação
Por Bárbara Barbosa Em 26/08/2018 às 12:19

A Administração Municipal de Urussanga irá realizar no Rio Maior o trabalho de aplicação do BTI, um produto utilizado para combater a proliferação dos mosquitos borrachudos. A iniciativa, que foi encaminhada pelo vereador Odivaldo Bonetti ao prefeito Gustavo Cancellier, é uma reivindicação antiga da comunidade que, especialmente nos meses de calor, sofre com a incidência do mosquito. O trabalho que será executado pela primeira vez pela Administração Municipal de Urussanga ocorrerá em parceria com o Samae e Setep.

“Esta é uma solicitação antiga que estamos viabilizando para garantir o bem-estar dos moradores da comunidade que tanto sofrem com a proliferação deste mosquito. A aplicação do material será realizada nos afluentes do Rio Maior, um local bastante afetado pelo problema e que é de extrema importância para a captação de água no nosso município”, explica o prefeito Gustavo Cancellier.

Com as aplicações, realizadas inicialmente a cada 15 dias, interrompe-se o ciclo de reprodução do borrachudo, que é de aproximadamente 25 dias entre as fases de ovos, pupa e a adulta. Após o período de aplicação de 15 em 15 dias, o processo será realizado mensalmente durante um ano. A estimativa é que a incidência do mosquito seja reduzida em até 80%.

Além da aplicação do larvicida, é importante salientar que a preservação ambiental também colabora para a diminuição da população do mosquito. Lixo, dejetos animais e matéria orgânica nos córregos, riachos e demais cursos d’água favorecem a procriação do inseto. A recuperação das áreas às margens dos riachos também previne a infestação. “Nossa intenção com a redução da incidência dos borrachudos é de no futuro realizar, em paralelo com a aplicação do BTI, um trabalho de conscientização sobre a importância da preservação dos rios”, esclarece o prefeito Gustavo Cancellier.

A expectativa é que os trabalhos sejam realizados a partir da próxima semana, já que é necessário um período de estiagem para que o produto possa ser aplicado e sua funcionalidade garantida.

Sobre o BTI

O BTI é um larvicida orgânico desenvolvido para controlar as larvas dos mosquitos borrachudos. Seu ingrediente ativo é uma bactéria que ocorre naturalmente no meio ambiente, o Bacillus Thuringiensis Israelensis (BTI), e que age somente contra a larva do inseto, não interferindo na água, vegetação ou demais animais que possam habitar o leito do rio.

Colaboração: Jéssica Pereira/ Assessoria de Comunicação Urussanga