InternetData CenterAssinante

Filhote de lobo-marinho é visto descansando na orla rinconense

Durante o inverno animais saem de colônias do Uruguai e Argentina em busca de alimento
Filhote de lobo-marinho é visto descansando na orla rinconense
Foto: Morgana Fernandes
Por Thiago Hockmüller Em 10/07/2018 às 12:40

Um filhote de lobo-marinho foi visto descansando na orla de Balneário Rincão no último domingo, dia 8.  De acordo com a bióloga Morgana Fernandes Porfírio, que esteve no local, o animal pesava aproximadamente 40 quilos e estava debilitado por conta do desgaste físico.  

Nesta época do ano é comum aparecer na costa catarinense animais como lobos e leões-marinhos em busca de descancaso. Com a chegada do inverno, eles saem de colônias no Uruguai e Argentina acompanhando as correntes marítimas, as chamadas Correntes Malvinas, para se alimentar. "Esse era um filhote, tinha 30 a 40 quilos e deve ter se perdido. Também pode ter sido afugentado por baleias", explica Morgana.  

De acordo com ela, este tipo de espécie pode ficar até 72 horas no local para alíviar o desgaste físico. Por se tratar de um animal selvagem, é importante manter a distância, evitar que animais domesticados, como o cachorro, se aproxime e não tentar alimentá-lo. "Quando está na orla é importante deixá-lo descansar para poder retornar ao mar. Neste caso, foi chamada a Polícia Ambiental, mas quando chegou ele já havia deixado a orla. Se ele não tiver condições de retornar, é levado para o Centro de Reabilitação em Laguna ou em Florianópolis", afirma a bióloga. 

           Dicas: 

  • Manter um mínimo de cinco metros de distância do animal; 
  • Evitar contato físico; 
  • Não tentar alimentá-lo; 
  • Deixá-lo descansar evitando fotos e agito; 
  • Informar a Polícia Ambiental.