InternetData CenterAssinante

Dia Internacional do Gato: Eles não gostam de invasão de privacidade

Dia Internacional do Gato é celebrado nesta quarta-feira, 8
Dia Internacional do Gato: Eles não gostam de invasão de privacidade
Foto: Krystian Tambur
Por Jessica Rosso Em 08/08/2018 às 17:35

Eles não gostam muito de mudanças de ambiente e adoram o cantinho deles. Os gatos ganharam muita fama na internet, com fotos e vídeos feitos por seus donos que arrancam sorrisos e gargalhadas de quem vê. Mas o que muitas pessoas não sabem, é que eles  podem se estressar facilmente e não gostam de invasão de privacidade. Apesar disso, os felinos tem uma popularidade crescente e o dia 8 de agosto celebra o Dia Internacional do Gato.

A veterinária Fabiana Vergani, que atende em Criciúma, explicou que o gato é um animal complexo e o manejo dele tem que ser bastante cuidadoso, como necessita por exemplo, em casos de adoção. "Eles se estressam com facilidade, e tem doenças que são muito comuns aparecer justamente pelo próprio estresse. No ambiente, é importante ter um lugar para eles se esconderem quando chegar visita, é também difícil a introdução deles com outros animais", afirmou. Além disso, a veterinária deu algumas dicas importantes de cuidados com os gatos:

  • Ter no cantinho dele uma caixinha de areia pra ele fazer as necessidades.
  • O gato é um animal muito limpo, então ele nao gosta de caixa suja. A comida não deve ficar perto da caixinha de areia.  
  • Quando tem muitos gatos é importante ter várias caixas de areia.
  • Eles gostam de prateleiras, porque gostam de lugares para subir. Gostam também de caixas de papelão. Importante ter locais pra eles brincarem e arranhadores. 
  • Existem para comprar em farmácias pet, produtos que ajudam na adaptação dos gatos. Esses produtos devem ser aplicados no ambiente.

Segundo a veterinária, além de todos os cuidados, ela alerta para aqueles que desejam ter um gato, escolher deixá-los dentro de casa. "Costumamos atender na clínica muitos gatos vítimas de tragédias na rua, envenenados, atropelados, e isso diminui muito o tempo de vida do animal. É importante que se a pessoa for ter o animal, em casa ou apartamento, se adapte a ele", comentou.

O gato tem uma personalidade muito forte, além disso, tem fama de ser mais egoísta que o cão. "Mas eles são muito carinhosos. Só não são tão dados como os cães", finalizou. 

Anúncio