InternetData CenterAssinante

Assembleia Legislativa homenageia os 50 anos de história da Unesc

Sessão especial ocorreu nesta segunda-feira na Universidade
Assembleia Legislativa homenageia os 50 anos de história da Unesc
Foto: Mayra Lima / Unesc
Por Redação Engeplus Em 17/04/2018 às 08:22

A trajetória da Unesc ao longo de seus 50 anos de vida – comemorados em 2018 – foi motivo de homenagem na noite desta segunda-feira (16). Em sessão especial no Auditório Ruy Hülse, no campus da Universidade, a Alesc (Assembleia Legislativa do Estado de Santa Catarina) reconheceu a importância da Instituição para o desenvolvimento regional e para a formação de profissionais e cidadãos.

O evento, aberto ao público, contou com a presença de alunos, professores e funcionários da Instituição, além de pessoas que fizeram parte dos 50 anos da Universidade Comunitária da região e lideranças do cenário político e econômico.

A sessão especial foi proposta pelo deputado estadual Rodrigo Minotto, com o apoio dos deputados Cleiton Salvaro e Valmir Comin. Durante o evento foram homenageadas pessoas e entidades que contribuíram para o desenvolvimento da Universidade ao longo de seus 50 anos.

A reitora da Unesc, Luciane Ceretta, parabenizou a todos que formam a comunidade acadêmica e enfatizou que a Instituição só chegou no patamar em que se encontra em função dos sonhos e trabalho de muitas pessoas. “Parece que foi ontem. O sonho de muitos e muitas se concretizou. Que a nossa Unesc continue comunitária e cada vez mais de todos e todas. Que ela avance e cumpra cada vez mais o proprósito de uma educação superior sem donos e sem amarras. Se tiver donos, que sejam todos nós. Que a Unesc sempre prime pela qualidade, seriedade e sustentabilidade. Somos uma universidade que não para de crescer. Uma universidade da diversidade e da pluralidade”, afirma Luciane. “Tudo pela Unesc, pela sociedade do sul catarinense, pelo ensino superior de qualidade, pela elevação da cidadania e pela dignidade das pessoas que aqui estão”, complementa.

O evento teve a presença da reitora e do vice-reitor da Unesc, Luciane Ceretta e Daniel Preve; do presidente do DCE Unesc, Alexandre Bristot; do doutor Ruy Hülse – que criou em 22 de junho de 1968, pela Lei Municipal número 697, a Fucri; do prefeito de Criciúma Clésio Salvaro; do presidente da Câmara de Vereadores de Criciúma, Júlio Colombo; do promotor da Comarca de Criciúma, Diógenes Vieira Alves; dos deputados estaduais Rodrigo Minotto, Cleiton Salvaro, Valmir Comin, Ricardo Guidi, Ada de Luccae Luis Fernando Cardoso; do deputados federais Espiridião Amin e Jorge Boeira.

Reconhecimento estadual

Segundo Minotto, a Universidade forma profissionais com o comprometimento com a sociedade e produz conhecimento, gera pensamento crítico, articula saberes, forma cidadãos críticos, profissionais e lideranças intelectuais. “A Unesc aponta para novos horizontes, abre caminhos e contribui para o desenvolvimento de toda uma região”, destaca o deputado.

Para Comin, a Unesc tem papel importante no desenvolvimento. “Hoje a Unesc esbanja conhecimento não só para o Estado, mas para o imenso Brasil. Toda a bancada do Sul catarinense é cossignatária desta justa homenagem”.

O deputado Salvaro enfatiza que a Unesc é uma instituição importante para todo o Estado. "Todo o bem que aqui foi concebido foi espalhado. A Unesc é um celeiro de profissionais qualificados e comprometidos. O nome da nossa Unesc é respeitado não só aqui, mas no Brasil e no exterior".

O prefeito de Criciúma, Clésio Salvaro, salientou, em sua fala, a importância da Unesc para a região, em especial Criciúma, e lembrou da coragem de Ruy Hülse ao criar, por Lei Municipal, a primeira Instituição de Ensino Superior comunitária da região. “Não podemos imaginar o desenvolvimento de Criciúma sem a Unesc. O doutor Ruy Hülse foi, na época, um homem visionário. Ele enxergou muito além”.

O ex-reitor da Unesc, Edson Rodrigues, falou em nome dos homenageados da sessão solene e lembrou que as pessoas da comunidade se sentem acolhidas pela Instituição. “Você chega nos Bairros e a Unesc está lá representada e atuante. Uma Universidade não se faz apenas com ensino. Se faz com amor e respeito. Chegamos muito além dos prognósticos pelo motivo de que respeitamos uns aos outros”.

Homenageados

Ruy Hülse – Ex-Prefeito de Criciúma

Rodeval José Alves- Ex-Diretor Presidente da Fucri

Alfredo José da Veiga Neto- Ex-Diretor Presidente da Fucri

Robison Westphal- Ex-Diretor Presidente da Fucri

Altaniro Furlaneto- Ex-Diretor Presidente da Fucri

Antonio Milioli Filho- Ex-Diretor Presidente da Fucri e Ex-Reitor da Unesc

Aloisio Stupp- Ex-Diretor Presidente da Fucri

Enio Coan- Ex-Diretor Presidente da Fucri

Laênio José Ghisi- Ex-Diretor Presidente da Fucri

Walmir Antônio Orsi - In Memoriam

José Alfredo Beirão - In Memoriam

Altair Guidi - In Memoriam

Edson Carlos Rodrigues - Ex-Diretor Presidente da Fucri e Ex-Reitor da Unesc

Gildo Volpato - Ex-Diretor Presidente da Fucri e Ex-Reitor da Unesc

Alfredo José da Veiga Neto - Ex-Conselheiro Titular

Carlos Augusto Borba - Ex-Conselheiro Titular

Army Faisca - Ex-Conselheiro Titular

Benedito Narciso Rocha - In Memorian

Enedir Luiza Meller - Ex-Secretária dos Conselhos da Fucri/Unesc

Célia Rovere Canarin - Ex-Diretora da Faciecri

Joaquim Arantes de Bem - Ex-Diretor do Curso de Educação Física

Pedro Isau Conti - In Memoriam

Carla Cristina Casagrande Monteiro - Analista Administrativa

Valeria Treviso - Supervisora de EAD

Lorete Tasca Marcos - Analista Acadêmica

Janete Triches – Professora

Felipe Dal Pizzol – Professor

Edson Luiz da Silva – Professor

Giovana Fátima da Silva Soares - Assistente Administrativo 

Sonia Goreti Santos da Conceição - Integrante da Equipe de Apoio

Amalhene Baesso Reddig – Professora

Carmen Furlanetto - Professora

 Dalva De Luca Dias – Chefe de Gabinete do deputado estadual Rodrigo Minotto

Dados da Unesc

Melhor universidade não estatal de Santa Catarina segundo o RUF (Ranking Universitário Folha) 2017;

18ª melhor instituição não estatal do Brasil;

A Unesc está entre as 19 Instituições de Ensino Superior do Brasil a receber o selo de acreditação do CFM (Conselho Federal de Medicina) e da ABEM (Associação Brasileira de Educação Médica);

A Unesc figura no seleto grupo formado por 22% das 4.175 Instituições de Ensino Superior brasileiras que obtiveram aumento no conceito de qualidade de seus PPGs (Programas de Pós-Graduação) na avaliação da Capes;

Possui ainda o Iparque (Parque Científico e Tecnológico) que realiza parcerias e presta serviços para municípios da região e empresas de diversos estados brasileiros;

13.000 alunos de graduação, especialização, metrados e doutorados;

1.500 funcionários;

Mais de 1.000 pessoas que transitam diariamente entre as Clínicas Integradas, Unidade Judiciária de Cooperação e outros serviços dedicados à comunidade;

54 cursos de graduação;

48 cursos de especialização;

sete mestrados;

dois doutorados implantados e três em processo de implantação;

um mestrado em rede que está em construção juntamente com as Universidades do Sistema Acafe;

70% do quadro de professores é formado por mestres e doutores;

Mais de 200 projetos de extensão;

Mais de 100 projetos de pesquisa;

Mais de 60 grupos de pesquisa (A Unesc possui 25% dos grupos de pesquisa de todo o Sistema Acafe).

Nos últimos 50 anos:

31.404 certificados de alunos de graduação;

763 certificados de alunos de mestrado;

97 certificados de alunos de doutorado;

5.530 certificados de alunos de especialização (pós lato sensu) (de 1999 à 2018).

Nasce a Universidade Comunitária da região

A Fucri (Fundação Educacional de Criciúma), fundada em 22 de junho de 1968, pela Lei Municipal número 697, durante o governo de Ruy Hülse, foi a primeira escola de nível superior criada no Sul de Santa Catarina. A entidade emergiu de um movimento comunitário regional que culminou com a realização de um seminário de estudos em prol da implantação do Ensino Superior no Sul Catarinense.

Em 3 de junho de 1997, o CEE (Conselho Estadual da Educação) aprova por unanimidade o parecer do Conselheiro Relator e, em sessão plenária, em 17 de junho de 1997, também por unanimidade, aprova definitivamente a transformação em Unesc (Universidade do Extremo Sul Catarinense), tendo a Fucri como sua mantenedora.

Em 11 de agosto do mesmo ano, a Universidade recebeu sua homologação, que equivale à “Certidão de Nascimento”. Em 18 de novembro ocorreu a instalação oficial da Unesc, no Teatro Elias Angeloni, com a participação de autoridades, empresários, professores, alunos e funcionários da Instituição.

Colaboração: Milena Nandi / Unesc

 

Leia mais sobre:
Anúncio