InternetData CenterAssinante

ACTU finaliza segunda edição do projeto ‘A poesia vai de ônibus’

Entrega dos adesivos aos vencedores ocorreu no Terminal Central
ACTU finaliza segunda edição do projeto ‘A poesia vai de ônibus’
Foto: Divulgação
Por Redação Engeplus Em 20/12/2018 às 10:33

Entrar no ônibus e ser agraciado ao ler um poema colado em uma das janelas. Esse é o objetivo do projeto ‘A poesia vai de ônibus’, promovido pela Associação Criciumense de Transporte Urbano (ACTU) e empresas associadas. Nesta quarta-feira, dia 19, ocorreu a cerimônia de entrega dos adesivos aos vencedores da segunda edição do projeto, onde alguns vencedores declamaram sua poesia. A partir deste mês todos os usuários do transporte público de Criciúma podem conferir as poesias vencedoras.

Foram 38 poemas selecionados, onde participaram crianças até idosos. Outro diferencial é que em meio as poesias selecionadas anonimamente um funcionário da ACTU também mostrou seu talento. “Junto com as 38 poesias escolhidas outros trabalhos irão viajar. Três poemas dos jurados que fizeram o julgamento e nove poesias de grandes autores, como Camões, Machado de Assis e Fernando Pessoa”, explica a autora do projeto, Cristiane Dias

A professora aposentada, Benta Regina Serafim de Oliveira, conta que viu Cristiane falando do projeto em uma entrevista e se interessou em participar. O que ela não contava era com a participação do marido, Autair Antenor de Oliveira. “Quando saiu o resultado fiquei muito surpresa e feliz de ter sido selecionada e saber que ele também tinha participado e sido selecionado. O projeto é importante porque democratiza a poesia, as vezes parece que poesia é algo de livraria, biblioteca, que fica escondida, fechada. Mas não, a poesia pode ser popular e estar nos espaços públicos e pode levar conhecimento e encantamento para todas as pessoas”, completa ela.

O projeto

O projeto é promovido pela ACTU e empresas associadas (Auto Viação Critur, Expresso Forquilhinha, Expresso Rio Maina e ZTL). Segundo a coordenadora de eventos, Marlene Marcos Laranjeira, o processo de inscrição é aberto a todas as pessoas que tem interesse em participar e a inscrição, feita no site, exige um pseudônimo. “Selecionamos uma comissão de jurados que escolhem os 50 melhores poemas. Melhores no sentido de preencher os requisitos. Os escolhidos são adesivados e colados nos ônibus nas cores branco e azul”, finaliza.

Leia mais sobre: