Geral

Supermercados

Acats se manifesta quanto a situação do abastecimento de mercadorias em SC

Expectativa é que o abastecimento volte a acontecer ainda nesta quarta-feira, dia 30

30
MAI
2018
| 17h51
17h51
Redação Engeplus
Jornalista | Portal Engeplus
Escreva para a redação referente a esta matéria
Enviar mensagem

Este contato será envido de modo restrito para o jornalista.
Contribua com a matéria
Dúvidas, sugestões ou contribuições
Divulgação / Acats

A Associação Catarinense de Supermercados (Acats) vem monitorando empresas associadas e formadas por redes de todos os portes e lojas de todas as regiões. A partir de vários pontos desbloqueados em rodovias estaduais e principalmente federais na tarde desta quarta-feira, dia 30, existe uma perspectiva de que o abastecimento de produtos que atualmente estão em falta seja paulatinamente reestabelecido nas lojas de supermercados catarinenses a partir de agora.

Em algumas regiões as redes de supermercados começam a movimentar internamente cargas de produtos que estavam estocadas em Centros de Distribuição, o que vai agilizar a reposição de algumas categorias de produtos com mais rapidez.

A Ceasa/SC informa que ape​sar do feriado de Corpus Christi as unidades de atendimento funcionarão normalmente nesta quinta feira, dia 31, com previsão de chegada de algumas categorias de frutas, legumes e verduras que estão em falta e que serão supridas por fornecedores do Paraná, São Paulo e Rio Grande do Sul e também do Interior de SC.

As lojas de supermercados também estarão funcionando normalmente nesta quinta-feira, mesmo com o feriado, seguindo seu cronograma normal de atendimento a partir daí, inclusive nos finais de semana.

Problemas que persistem nesta quarta-feira:

Os maiores problemas continuam ocorrendo no segmento de frutas, legumes e verduras (FLV), leite UHT, pães industrializados, derivados do leite em geral e demais itens perecíveis lácteos, que não estão sendo entregues desde o primeiro dia de paralisação dos caminhoneiros.

Outra demanda que ainda não está resolvida é o reabastecimento de gás, essencial para o funcionamento dos setores de padaria e confeitaria das lojas. Todas as regiões do Estado enfrentam a escassez de gás.

Produtos disponíveis, mas com problemas de sortimento:

Algumas categorias de produtos como leite e derivados lácteos, laticínios, ovos, azeites/óleos, carnes in natura, cereais como arroz trigo e feijão estão disponíveis, mas tem restrição de sortimento, isto é, menos opções de marcas e tipos de embalagens/pesos.

Nos setores de higiene e limpeza o principal problema é a oferta de papel higiênico, com restrição de sortimento e também algumas marcas de desinfetantes de largo consumo.

Normalização de estoques:

Dependendo da localização das redes e lojas, e também da velocidade com que os fornecedores irão chegar para a reposição de mercadorias, a estimativa da Associação Catarinense de Supermercados (Acats) é de que a situação do abastecimento ​seja normalizada normalizada em até 10 dias. Em algumas lojas situadas no interior o prazo chega a ser de 15 a 20 dias, pelas distâncias maiores a serem percorridas pelos transportadores.

Colaboração: Marcos Heise / Assessoria de Imprensa

Fala Leitor
Se você possui uma sugestão de pauta, artigo ou um fato que deseja noticiar, entre em contato conosco pelo Fala Leitor.
imagens recentes no Portal
Atrações especiais marcam aniversário de oito anos da Feira LivreExperiência de Oração será realizado neste fim de semanaMobilidade urbana norteia debate do Cultura AcicGestantes recebem orientações sobre gravidez e cuidados com os bebêsSuspeitos de cometerem homicídio são presosUnesc comemora 50 anos em evento com a participação da comunidade