navegue nos blocos da capa

Geral

santa catarina

Quatro cidades do Sul são reconhecidas no Prêmio Município Sustentável

Treviso, Imaruí, Gravatal e Rio Fortuna foram os premiados

20
MAR
2017
| 13h34
13h34
Redação Engeplus
Jornalista | Portal Engeplus
Escreva para a redação referente a esta matéria
Enviar mensagem

Este contato será envido de modo restrito para o jornalista.
Contribua com a matéria
Dúvidas, sugestões ou contribuições
divulgação

Dos 17 municípios reconhecidos pelo “Prêmio Município Sustentável”, promovido pela Federação Catarinense de Municípios (Fecam), quatro são da região Sul do Estado. Treviso, Imaruí, Gravatal e Rio Fortuna foram premiados por melhorarem os serviços disponibilizados à população através do estudo de indicadores, com base no Índice de Desenvolvimento Municipal Sustentável (IDMS) de 2016. Destes, ainda, 15 são clientes da Betha Sistemas, e mostram que unir tecnologia e gestão é a forma mais eficiente de aumentar a qualidade de vida do cidadão.

A entrega dos troféus aconteceu durante o Congresso Catarinense de Municípios, em Joinville. Na ocasião, o prefeito de Treviso, Jaimir Comin, falou sobre o município, que ficou na terceira colocação geral e em primeiro lugar no Índice de Dimensão Econômica. De acordo com ele, este reconhecimento é resultado da junção do poder público, da tecnologia e dos cidadãos, que juntos têm o objetivo de fazer o município prosperar e se desenvolver cada vez mais. “Isso serve como motivação para continuarmos olhando para o futuro da cidade”, conta ele.

Conforme o diretor de Articulação Institucional da Fecam, Celso Vedana, ideia do prêmio é justamente esta. Ele comenta que o IDMS é um instrumento de apoio ao gestor, para que ele defina as políticas públicas, monitore os resultados e estimule a equipe de trabalho. “Cada departamento cuida de uma vertente que prevê a melhoria da qualidade de vida do cidadão. E o prefeito precisa cuidar do todo, acompanhar a evolução e adotar medidas para que isso aconteça. Por isso a importância de trabalhar em cima desses indicadores”, comenta.

A premiação foi dividida em categorias e os dados coletados entre 1º e 30 de setembro de 2016. O diretor Comercial da Betha, Anderson Felício, diz que assim a empresa consolida sua marca e missão, desenvolvendo software para maior eficiência da gestão pública. “Mesmo que indiretamente, contribuímos para que os 15 municípios fossem premiados. Sabemos a importância de ter bons sistemas para uma gestão integrada e eficiente. Estes municípios acreditaram no que a Betha ofereceu e hoje colhem bons frutos”, complementa.

Conheça os municípios premiados

O Índice de Desenvolvimento Municipal Sustentável se baseia em uma série de indicadores. Após a coleta, os municípios avaliados podem alcançar a nota 1, que é a máxima. O ranking geral foi liderado por Jaraguá do Sul, que atingiu 0,790, e completado por Joinville (0,768), Treviso (0,761), Joaçaba (0,758), Blumenau e Bombinhas, empatados na quinta posição com 0,754.

Entre os municípios que mais evoluíram no IDMS entre 2014 e 2016, destaque para Palmitos, com crescimento de 13,58%. Imaruí, com 13,05%; Chapecó, 11,62%; Xaxim, 11,27% e Gravatal, com 11,15%.

Além destas categorias, os municípios melhores classificados em cada uma das dimensões do IDMS também foram reconhecidos. Jaraguá do Sul ficou em primeiro lugar no índice Sociocultural; Luzerna em Educação; Nova Erechim, em Saúde; Joinville, em Cultura; Lajeado Grande, em Habitação; Treviso, na dimensão econômica; Navegantes, na área ambiental; Piratuba, no quesito político institucional; Bombinhas, em finanças públicas; Joinville e Blumenau, na análise sobre gestão pública; e Rio Fortuna, em participação social.

Colaboração: Samira Pereira / Comunicação Betha

Leia mais sobre:
Fala Leitor
Se você possui uma sugestão de pauta, artigo ou um fato que deseja noticiar, entre em contato conosco pelo Fala Leitor.
imagens recentes no Portal
Criciúma lança uniforme para a Série BPalestra de Celso Bandeira encerra 18ª Conferência da AdvocaciaPolícia elucida homicídio de jovem em frente a casa noturnaO carro encontrou o caminho errado no CentroCadeiras são reformadas para atletas do Handebol sobre rodasMuseu de Zoologia da Unesc lança cartilha para professores