navegue nos blocos da capa

Geral

Unesc

Os últimos atos da gestão Gildo Volpato

20
ABR
2017
| 08h04
08h04
Denis Luciano
Jornalista | Portal Engeplus
Escreva para a redação referente a esta matéria
Enviar mensagem

Este contato será envido de modo restrito para o jornalista.
Contribua com a matéria
Dúvidas, sugestões ou contribuições
Divulgação

A professora Luciane Ceretta assumirá o comando da Universidade do Extremo Sul Catarinense (Unesc) no próximo dia 30 de junho. Será quando o professor Gildo Volpato encerrará 16 anos de dedicação à administração da instituição, oito como vice-reitor e oito anos como reitor.

“E pela segunda vez seguida, haverá chapa única na eleição. Creio que isso é resultado de um exercício constante de diálogo com todos os movimentos e segmentos. Nosso partido é a Unesc”, acentua Volpato, minimizando as influências de partidos políticos na Unesc.

O futuro será acadêmico

Sobre política, alguns partidos já cogitam o nome de Volpato como uma possível nova liderança a se projetar em Criciúma após seu desempenho na Unversidade. “Aprendi na vida a nunca dizer não, mas não é a minha vontade”, observa. O reitor vai se dedicar, a partir de julho, a um programa de pós doutorado na Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC).

Volpato avalia que a principal realização da sua gestão foi a resolução da forte crise financeira resultante do Imposto de Renda retido na fonte. “Resolvemos uma dívida de R$ 110 milhões e hoje estamos zerados no Ministério da Fazenda. Foi fruto de muito trabalho”, comenta.

O reitor cita, ainda, que tentará, como último fato do seu mandato, fazer o encontro de contas entre Unesc e prefeitura no tocante a dívidas. “Devemos para o município em relação à compra do prédio do Complexo de Educação, a prefeitura nos deve bolsas de estudos. Ainda vamos tentar fazer esse acerto”, destaca.

Os novos comandantes

A eleição de Luciane Ceretta e Daniel Preve para reitoria e vice-reitoria tem todo o aval de Gildo Volpato. “Eles se destacam pela competência, capacidade de diálogo, de mobilização, proatividade e perfis e caráter exemplares”, elogia o reitor. “Temos muita segurança neles para conduzir a Universidade rumo ao futuro”, conclui.

O pleito com chapa única ocorrerá no dia 7 de junho, com a posse em 30 de junho. Serão cerca de 13 mil eleitores entre professores, funcionários e alunos com idade superior a 16 anos.

Leia mais sobre: unesc, eleições, reitor
Fala Leitor
Se você possui uma sugestão de pauta, artigo ou um fato que deseja noticiar, entre em contato conosco pelo Fala Leitor.
imagens recentes no Portal
Quando a tecnologia é usada para transformar mundosBombeiros combatem incêndio em sala de alvenariaMotorista colide veículo contra o muro do Corpo de BombeirosSeminário da Diversidade reúne 100 pessoas, em CriciúmaFesta junina embala participantes do Programa Ritmo e Saúde15ª Feijoada do Bairro com a Câmara da Mulher Empresária