navegue nos blocos da capa

Geral

Obra

Mobilização para finalizar a SC-442 em Estação Cocal

11
AGO
2017
| 15h18
15h18
Denis Luciano
Jornalista | Portal Engeplus
Escreva para a redação referente a esta matéria
Enviar mensagem

Este contato será envido de modo restrito para o jornalista.
Contribua com a matéria
Dúvidas, sugestões ou contribuições
Divulgação

Com o aval de mais de 500 pessoas em audiência pública ontem à noite, a comunidade de Estação Cocal decidiu pela formação de uma comissão para levar ao conhecimento do governador Raimundo Colombo (PSD) o não cumprimento integral do projeto original de pavimentação da SC-442, que liga o distrito de Morro da Fumaça a Cocal do Sul.

“Foi uma audiência muito interessante, com grande participação da população e essa conclusão, de que o melhor para todos é o cumprimento do projeto”, reforçou o deputado estadual Cleiton Salvaro (PSB), presidente da Comissão de Economia, Ciência, Tecnologia, Minas e Energia da Assembleia Legislativa (Alesc) e que coordenou a audiência desta quinta.

Acontece que a pavimentação que liga a zona urbana de Cocal do Sul ao acesso a Estação Cocal já foi feita, mas falta asfaltar o contorno do distrito, que tiraria o trânsito pesado do núcleo do mesmo. No centro do impasse está o tráfego sobre trilhos da Ferrovia Tereza Cristina (FTC) que vem exigindo a construção de um elevado para desafogar o tráfego sobre o ramal.

“Ficamos tristes pela ausência da Secretaria de Infraestrutura, Deinfra e ANTT que não enviaram representantes”, lamentou o deputado, enaltecendo a FTC, por estar presente no debate e apresentar sugestões e alternativas. “A comunidade alega com razão que deve ser cumprido o trajeto original pois desapropriaram áreas, mexeram nas cercas, fizeram drenagem, está pronto, é só pavimentar, e por falta de entendimento e informação pela ferrovia essa obra parou”, apontou Salvaro.

O deputado lembra que, com a suspensão da pavimentação pelo trecho previsto caminhões pesados estão transitando por dentro do distrito. “E batem caçambas, e fazem barulho, e atrapalham. Pedimos bom senso, vamos achar uma forma”, comentou. O parlamentar entende que a implantação de cancelas no encontro da estrada com o ramal ferroviário seria a solução. “Vamos levar essa situação ao governador”, concluiu.

A audiência contou ainda com a participação dos deputados José Nei Ascari (PSD), Doia Guglielmi (PSDB), Ricardo Guidi (PSD), Mário Marcondes (PSDB) e João Amin (PP), o secretário executivo da Agência de Desenvolvimento Regional (ADR), João Fabris, os prefeitos Ademir Magagnin (PP, de Cocal do Sul), e Noi Coral (PP, de Morro da Fumaça), além de vereadores, secretários municipais e lideranças comunitárias.

Leia mais sobre: estação cocal, sc-442
Fala Leitor
Se você possui uma sugestão de pauta, artigo ou um fato que deseja noticiar, entre em contato conosco pelo Fala Leitor.
imagens recentes no Portal
Grupo Forauto realiza campanha Natal em DobroDupla condenada por tentativa de homicídio foge de delegaciaAcidente entre carro e caminhão deixa vítima presa nas ferragensAcadêmicos evidenciam tendências do verão 2019 no EnModaEm ritmo de fuga conseguiu tornar-se um dos melhores filmes do anoNoite de homenagens da Câmara de Vereadores