InternetData CenterAssinante

Mult promove Cinema Itinerante em escolas da rede pública

Temas relevantes como o bullying; exploração do trabalho infantil e o autismo são abordados com a exibição de filmes
Mult promove Cinema Itinerante em escolas da rede pública
Foto: Divulgação
Por Amanda Garcia Ludwig Em 28/08/2014 às 09:33

Promover maior acesso à cultura cinematográfica, abordando ao mesmo ao tempo o debate de temas relevantes como o bullying, exploração do trabalho infantil e autismo. Com este propósito que a instituição Multiplicando Talentos criou o Projeto Cinema Itinerante na rede pública de ensino da região. As primeiras exibições de filmes aconteceram na escola estadual Coelho Neto, bairro Santa Bárbara, em Criciúma.

A prática do bullying foi o primeiro tema abordado no cinema itinerante. O filme Um grito de socorro – exibido para os alunos do 8º ano da escola Coelho Neto – conta a história de Jochem (Stefan Collier), um adolescente atormentado diariamente na escola por ser gordinho. 

Karoline Correa, do 8º ano, ao assistir ao filme recordou de fatos vivenciados. “Achei bastante interessante a história do filme. O bullying  é um problema ainda frequente nas escolas. Lembrei-me de fatos já presenciados com colegas”, conta. “O filme me fez avaliar a prática do bullying. Levo pra minha vida a frase dita por uma professora: “não faça com os outros o quê não queres que façam com você”. Acho que antes de fazermos algo, devemos para, pensar e rever conceitos”, acrescentou. 

Para o presidente da Multiplicando Talentos, Eduardo Milioli, o projeto Cinema Itinerante trabalha a cultura e educação. “O projeto tem como objetivo promover o acesso à cultura com a inserção de temas importantes. Em sessões já exibidas pude presenciar professores e alunos saírem chorando. São filmes nacionais e estrangeiros e alguns não exibidos no cinema brasileiro, mas bastante premiados fora”.

Colaboração:  Francis Leny/Comunicação Multiplicando Talentos