InternetData CenterAssinante

Fé e gratidão em Siderópolis

Por Nei Manique Em 03/06/2010 às 10:04

Serragens tingidas, tampinhas de garrafas, flores e cobertores cobriram a avenida principal no centro de Siderópolis na manhã deste feriado de Corpus Christi. Apesar do tempo nublado e da garoa na madrugada, muitos fiéis trocaram a cama pelo asfalto antes do amanhecer.

Há duas décadas participando das celebrações, a coordenadora do Movimento Familiar Cristão no município, Adriana Feltrin Zanelatto, destaca o simbolismo dos tapetes. “Retratam a beleza de se colocar a serviço dos outros”, resume.

Janine Salvaro, do grupo da Pastoral da Juventude, reforça o espírito comunitário que contagia o empenho coletivo. “É muito importante participar da comunidade e trabalhar não somente para a igreja, mas para as pessoas”, acredita.

Suele Nascimento, há quatro anos envolvida com as decorações de Corpus Christi, atribui à fé a sua motivação. “Temos uma vida tão corriqueira, de estudo e de trabalho. Não custa dedicarmos um dia para esta atividade”, diz.

Colaborando desde as 5:30, Nazilda Pereira contabiliza 40 anos de dedicação às artes sobre o asfalto. “É sempre um dia muito especial para mim. Afinal, é o corpo de Cristo que vai passar por aqui”, interpreta.

O envolvimento de tantos fiéis com uma das principais datas da Igreja Católica sintetiza uma manifestação de gratidão, avalia o padre Vandeci Rocha. “É uma forma de agradecer a Jesus pelas graças recebidas durante o ano.”

(Colaboração/fotos: Vanessa Nórdio / Siderópolis)