navegue nos blocos da capa

Gastronomia

Gastronomia

Experiências diferentes de sabor: harmonizações de panetones com cervejas

22
DEZ
2017
| 17h30
17h30
Redação Engeplus
Jornalista | Portal Engeplus
Escreva para a redação referente a esta matéria
Enviar mensagem

Este contato será envido de modo restrito para o jornalista.
Contribua com a matéria
Dúvidas, sugestões ou contribuições
Divulgação

Item indispensável nas mesas natalinas, seja da forma tradicional ou nas variações deliciosas disponíveis no mercado, o panetone se apresenta como uma alternativa versátil. Do desjejum matinal ao café da tarde ou até como sobremesa, essa iguaria cai muito bem. Entre as inúmeras possibilidades de aprimorar a experiência está a degustação dela com cervejas artesanais.

Para um brunch ou sobremesa, por exemplo, a combinação de panetone e cerveja pode oferecer oportunidades muito agradáveis ao paladar. Para dar dicas e demonstrações de como transitar pelos sabores, o sócio proprietário da Blend Bryggeri, Rubens Angelotti, fez harmonizações de produtos da cervejaria com pantetones (tradicional e especiais) Wendtone.

Matizes e paladares diferentes das cervejas artesanais dispõem de uma possibilidade infinita de combinações com qualquer tipo de alimento, afirma Angelotti. No caso dos panetones, a harmonização não foi muito complexa. Os casamentos de sabores ocorreram “por similaridades e não por contrastes e todos foram muito agradáveis”, pontua.

Para quem prefere o panetone tradicional, recheado com frutas cristalizadas, a combinação indicada é com cervejas de aromas frutados, como a english bitter, ou de torrados, característica do tipo märzen (german amber lager). “A bitter, principalmente, por essas propriedades inclusive com uma lembrança de fruta seca no seu gosto, casa bem pela semelhança de sabores”, indica Angelotti.

Os panetones com chocolate, assim como os clássicos de frutas secas, também fazem muito sucesso nas mesas natalinas. Na combinação com o Chocowend, Angelotti indica a Nootka American IPA. “Ela tem um aroma cítrico e floral, um corpo médio a baixo que conferem um amargor leve e agradável, que destacam muito o sabor do chocolate”, relata.

No último teste de harmonização, foi colocado à mesa o panetone especial de chocolate com cereja. O sabor carregado de complexidade trouxe experiências agradáveis com cervejas de aromas com resquícios de doce, como a Blooma Brown Ale e a Dahlia Wee Heavy, esta com adição de alfarroba na fervura, conforme Angelotti. “Esse café de alfarroba tem uma similaridade com o chocolate e o próprio café sempre se torna uma companhia bem sucedida ao chocolate”, destaca.

Colaboração: Jornalista João Pedro Alves - Alfa Comunicação Empresarial 

Leia mais sobre:
Fala Leitor
Se você possui uma sugestão de pauta, artigo ou um fato que deseja noticiar, entre em contato conosco pelo Fala Leitor.
imagens recentes no Portal
Saer Sul vai receber nova aeronaveCinco praias paradisíacas para visitar no BrasilAberta oficialmente a 10ª Vindima GoetheRecreação inspirada no teatro encanta criançasTrânsito alterado na Avenida CentenárioVindima Goethe começa nesta sexta-feira