InternetData CenterAssinante

Da Alemanha, novas tecnologias para produção de cerveja artesanal

Da Alemanha, novas tecnologias para produção de cerveja artesanal
Por Redação Engeplus Em 13/09/2017 às 21:15

Buscar novas referências e fornecedores, entender para onde o mercado cervejeiro está indo e como o consumidor tem se comportado. Estes são apenas alguns dos objetivos do empresário Rubens Angelotti, sócio da cervejaria artesanal Blend Briggery, ao visitar a Drinktec 2017, a maior feira de bebidas e alimentos líquidos do mundo, realizada em Munique, na Alemanha, de 11 a 15 de setembro. "A feira apresenta tudo o que envolve o processo de produção de uma bebida, é imperdível para entender os caminhos que a indústria vai tomar", conta Angelotti.

Iniciante no negócio de cervejas artesanais, Rubens e os sócios Geórgia Lee Watanabe e Miguelangelo Gianezini fundaram a Blend Briggery em setembro de 2016 e agora começam a colocar as bebidas no mercado. Ainda terceirizando algumas partes do processo, os empreendedores esperam inaugurar a estrutura completa de produção em dezembro deste ano. "Vim para a Drinktec com a missão de decidir sobre alguns equipamentos de filtragem e envase e vou voltar com algumas definições e parceiros novos", conta Angelotti. 

A Drinktec 2017 acontece de quatro em quatro anos em 12 pavilhões, contando com expositores de 80 países. São 1.749 expositores, sendo 1.243 internacionais. O evento deve receber 70 mil visitantes em seus cinco dias. É a maior feira da indústria de bebidas e alimentos líquidos do mundo, trazendo novidades em tecnologia e tendências em todo processo de fabricação e também na relação com o mercado. Segundo Rubens Angelotti, quem passa pela Drinktec "sai com uma visão diferente dos processos produtivos". Uma das grandes tendências, aponta, é o envase em latas. "Deu para perceber que as latas passam a ser usadas por todo tipo de bebidas, inclusive o vinho e o café gelado", revela.

Colaboração: Andressa Fabris / Alfa Comunicação 

Leia mais sobre: