navegue nos blocos da capa

Gastronomia

2017

VÍDEO: Deixe a comemoração de Ano Novo saudável e colorida

Profissional ensina como fazer uma mesa de frutas divertida e deliciosa

28
DEZ
2016
| 21h36
21h36
Redação Engeplus
Jornalista | Portal Engeplus
Escreva para a redação referente a esta matéria
Enviar mensagem

Este contato será envido de modo restrito para o jornalista.
Contribua com a matéria
Dúvidas, sugestões ou contribuições
Amanda Garcia Ludwig

Uma opção diferente para a comemoração de Ano Novo é montar uma mesa de frutas receber os amigos. Além de saudável, o anfitrião também vai divertir os convidados com diversas opções. Ricardo Colombo, funcionário do supermercado Manentti, explica que para preparar uma mesa para 10 pessoas, o gasto será de uma média de R$ 100.

As melhores frutas para enfeitar uma mesa são carambola, mamão, uva, abacaxi, pêssego, mamão, ameixa, uva niágara, banana, maçã e outras da preferência do anfitrião. O tempo para montar uma mesa gira em torno de 30 minutos. “Depende muito das esculturas que a pessoa decidirá fazer. Se forem esculturas mais difíceis, o tempo será maior. As melhores esculturas são as feitas no mamão, melão, melancia e abacaxi. Cortar a carambola também faz com que ela pareça estrelas espalhadas pela mesa”, assegura Colombo.

A montagem, segundo Colombo, é simples. Basta que o anfitrião tenha uma faca especial fina, de fio, e pequena, além da criatividade. “Eu gosto, além de fazer as esculturas, colocar alguns arranjos de flores e fazer espetinhos de morango, uva e marshmallow. Se a pessoa quiser gastar um pouco mais, pode colocar uma cascata de chocolate para a degustação do espetinho”, comenta.

Aprenda a cortar frutas como mamão, melão e melancia em forma de estrela para montar a mesa

Matéria publicada em dezembro de 2013.

Leia mais sobre: ano novo
Fala Leitor
Se você possui uma sugestão de pauta, artigo ou um fato que deseja noticiar, entre em contato conosco pelo Fala Leitor.
imagens recentes no Portal
A Cura não convence como suspense ou thriller psicológicoTorcida carvoeira sofre até o fim, mas comemora classificaçãoPúblico demais ou bilheterias de menos?No meio do mato, há uma calçadaVÍDEO: Cerâmica Elizabeth chegará a produzir 5 milhões de m² ao mêsUm espaço para a comunidade mostrar seu talento