Estilo & Tendências

Re-thinking The Future Awards

Casa de Criciúma conquista prêmio mundial de arquitetura

ES Arquitetura é responsável pelo projeto do imóvel que garantiu 2º lugar no prêmio

22
MAR
2018
| 17h58
17h58
Redação Engeplus
Jornalista | Portal Engeplus
Escreva para a redação referente a esta matéria
Enviar mensagem

Este contato será envido de modo restrito para o jornalista.
Contribua com a matéria
Dúvidas, sugestões ou contribuições

Um projeto arrojado, moderno e completamente sustentável, idealizado pelo escritório ES Arquitetura, coloca Criciúma como referência mundial no conceito cradletocradl (do berço ao berço). Foi este padrão que vai além da redução de resíduos, mas elimina a própria ideia de lixo, que a casa localizada no bairro 4ª Linha, conquistou o segundo lugar no Re-Thinking The Future Awards, categoria ResidenceBuilt.

A classificação, após curadoria de diversos especialistas da área, pertence a uma plataforma digital que é a principal referência mundial no setor de arquitetura. “Estamos orgulhosos de mais uma vez conseguir imprimir o que acreditamos e exercemos ”, destaca o arquiteto responsável pelo projeto premiado e CEO da ES Arquitetura, Diego Espírito Santo.

Do Berço ao Berço

O pensamento ‘do Berço ao Berço’ surge em oposição à ideia de que a vida de um produto deve ser considerada ‘do Berço ao Túmulo’ – uma expressão usada na análise de ciclo de vida para descrever o processo linear de extração, produção e descarte. Esta metodologia, inclusive,  éadotada por empresas como Puma, Philips e Alcoa, e inspirou edifícios como a Sustainabilty Base da NASA e a planta industrial da Ford River Rouge.

Conforme o arquiteto, entre os grandes diferenciais da residência premiada, está o acesso universal em todos os compartimentos, além de fachada em concreto com adição de dióxido de titânio (com incidência de raios do sol faz com que o concreto limpe o ar), tecnologias para geração de energia, reutilização de águas servidas, captação de água pluvial e um minucioso controle de eficiência da ventilação e iluminação naturais. “Essa visão de boas práticas sustentáveis está presente do início do projeto até a obra pronta finalizada, respeitamos o entorno de maneira que posamos minimizar o impacto da obra no meio inserido”, reforça. 

A opção por materiais de acabamento, como forro de bambu, rodapés de material reciclado, e o interior com mobiliários em madeira de reflorestamento, tecidos naturais como linho e algodão, couro também inserem a casa dentro deste conceito circular de aproveitamento e renovação.

Pentacampeão

A conquista mundial soma o quinto prêmio que a ES Arquitetura recebe com o projeto desta residência. Além do Re-thinking The Future Awards, o escritório criciumense também conquistou com a casa sustentável o Prêmio Saint Gobain de Sustentabilidade – modalidade residencial 1º lugar (2017); Prêmio Saint Gobain, destaque sustentabilidade (2017); Prêmio Projetos de Iluminação – Abilux, 2º lugar (2017), o BuildingofTheyYear 2018, Archdaily e menção honrosa no The American ArchitecturePrize 2017.

Colaboração: Fernanda Zampoli

Leia mais sobre: criciuma, arquitetura
Fala Leitor
Se você possui uma sugestão de pauta, artigo ou um fato que deseja noticiar, entre em contato conosco pelo Fala Leitor.
imagens recentes no Portal
VÍDEO: Baixa Terapia comemora sucesso de vendas e anuncia sessão extraEmoção marca evento da Casa GuidoEstudantes do IFSC Criciúma se preparam para competição no CanadáEleições para a Câmara Mirim iniciam a todo vaporShow do Imóvel traz dicas de acabamentos no quadro Arquitetura & NegóciosO que faz uma personal organizer e como ela pode me ajudar?