InternetData CenterAssinante

STU National de skate deve movimentar mais de R$ 2 milhões na economia criciumense

Competição deve receber mais de 100 atletas na cidade entre os dias 21 e 24 de janeiro
STU National de skate deve movimentar mais de R$ 2 milhões na economia criciumense
Foto: Júlio Detefon/Divulgação/STU National
Por Rafaela Custódio Em 14/01/2021 às 11:28

Criciúma estará no cenário nacional do skate entre os dias 21 e 24 de janeiro, quando receberá os principais nomes da categoria nas modalidades olímpicas Street e Park no skatepark para o STU Nacional, evento realizado pela Confederação Brasileira de Skate (CBSk) e World Skate (WS). 

A pista de 1.728,32 m² está localizada no Parque Prefeito Altair Guidi no bairro Pinheirinho. Apesar de ser um local público, o evento terá restrição de pessoas em virtude da pandemia do novo coronavírus. A competição seguirá o Protocolo STU Covid Free a ser aplicado para o STU National. Apenas atletas e equipes terão acesso ao local. 

Entenda o evento 

A competição disputada em Criciúma será responsável por abrir o calendário e o Ranking Brasileiro de skate no ano de preparação para os Jogos Olímpicos de Tóquio em 2021. Chancelado pela Confederação Brasileira de Skate, entidade responsável do esporte no Brasil, e pela World Skate, instituição máxima do skate a nível mundial, o STU National será também válido para o ranqueamento dos skatistas brasileiros na segunda janela de pontuação da corrida olímpica. 

Atletas brasileiros reconhecidos mundialmente como Pedro Barros, Murilo Peres, Luiz Francisco, Dora Varela, Yndiara Asp, Felipe Gustavo e Rayssa Leal, a “Fadinha”, são alguns dos nomes que ocupam hoje as primeiras posições do ranking mundial e estão confirmados na competição.

O investimento da Prefeitura de Criciúma foi de R$ 700 mil à empresa Dc10 Economia Criativa Eireli sem licitação. Todavia, o presidente da Fundação Municipal de Esportes (FME), Neto Uggioni explicou que a empresa é a única especializada em organizar competições deste nível, e por isso, não precisou de licitação. 

Eduardo Quintes, gestor executivo da Plataforma STU, afirmou à reportagem do Portal Engeplus que 112 atletas disputarão a competição e todos estarão com equipes no município. “O evento deve gerar a cidade uma economia de R$ 2 milhões com rede hoteleira, gastronomia, entre outros atrativos. Além disso, Criciúma estará em evidência para o mundo, pois teremos transmissão online. É parceria entre poder público e privado. Com certeza, teremos um desenvolvimento do esporte na cidade”, destacou. 

Destaque para os ídolos 

O presidente da FME comentou que as lojas de skate nunca venderam tantos equipamentos de skate como nos últimos meses. “Com a construção da pista, o esporte entrou ainda mais em evidência na região carbonífera. A economia de Criciúma já está girando, sim, em torno da modalidade”, comentou. “Teremos grandes nomes que estão se tornando ídolos no país na pista do skatepark e isso é muito importante para a geração do skate”, completou. 

Como funcionará a competição? 

O evento inicia na quinta-feira, dia 21, com treinos oficiais. Já na sexta-feira acontecerão as qualificatórias; sábado as semifinais e finais femininas; no domingo será a final com transmissão em rede nacional. 

Protocolo sanitário 

Para a realização do evento, será utilizado o protocolo STU Covid Free, desenvolvido pelo Dr. Carlos Wahle, coordenador médico da Plataforma STU, e que já foi aplicado na etapa de São Paulo (dezembro de 2020). O protocolo segue todas as diretrizes municipais, estaduais e da Organização Mundial da Saúde (OMS), frente ao combate da pandemia da Covid-19, e prevê a realização das competições no cenário de restrição máxima. Isto é, em uma área totalmente isolada, sem a presença de público espectador e somente com a participação dos skatistas competidores e o mínimo de staff necessário para a operação do evento.  

Skate Total Urbe (STU)

Há três anos, o Skate Total Urbe (STU) vem escrevendo capítulos importantes na história do skate brasileiro e internacional, contribuindo para a constante evolução da cena urbana e realizando eventos de skate e cultura em diferentes regiões do país.

Este será o primeiro evento STU Nacional em 2021 e os skatistas precisarão pontuar no ranking nacional para poder disputar uma vaga nas Olímpiadas. 

Sobre a World Skate

A World Skate, fundada em 1924 na Suíça, promove o desenvolvimento global do skate e dos esportes de patinação. Providenciando uma plataforma moderna para o gerenciamento de todas as modalidades, a entidade apoia a autonomia e promove a autenticidade em sua governança. Atualmente, a World Skate reconhece 124 Federações Nacionais. 

Sobre a Confederação Brasileira de Skate 

Criada para encarar os desafios futuros do skate, a Confederação Brasileira de Skate (CBSk) é responsável pela regulamentação e gestão do esporte no Brasil. Fundada em 6 de março de 1999, a entidade comemora 20 anos de crescimento e amadurecimento, ajudando e unindo gerações, com muito esforço e orgulho, através das quatro rodinhas.

O que é o skatepark?

A estrutura conta com 1.728,32 m² e teve um investimento de R$ 1.489.511,17. O recurso viabilizado para executar as obras foi garantido pelo deputado federal Daniel Freitas junto ao Governo Federal. A empresa responsável pela construção da estrutura foi a SBM Construções, de Eldorado do Sul (RS). 

Leia mais

Skatepark: Criciúma tem um novo endereço para os esportes radicais

Criciúma recebe evento de skate classificatório para as Olimpíadas

STU National deverá ser mantido em Criciúma; organizadora promete protocolo rígido contra a Covid-19

Leia mais sobre: