InternetData CenterAssinante

Roberto vive a expectativa de voltar a entrar em campo pelo Criciúma depois de 16 anos

Goleiro será o substituto de Gustavo na partida contra o São José-RS
Roberto vive a expectativa de voltar a entrar em campo pelo Criciúma depois de 16 anos
Foto: Celso da Luz/Criciúma E.C.
Por Lucas Renan Domingos Em 08/08/2021 às 13:16

Com a expulsão do goleiro Gustavo diante do Ituano, o técnico Paulo Baier já definiu quem será o substituto. “O Roberto entra”, garantiu o treinador. Com a notícia, o atual goleiro reserva do Tigre vive a expectativa de viver um momento especial em sua carreira. Depois de 16 anos, ele voltará a entrar em campo em uma partida oficial defendo as cores amarelo, preto e branco.

No dia 21 de junho de 2005, Roberto fazia seu último jogo oficial, na derrota para a Portuguesa fora de casa na Série B nacional daquele ano, antes de deixar o Criciúma para seguir sua carreira. De lá para cá acumulou passagens não só por grandes clubes do Brasil, como Vasco e Ponte Preta, mas também pelo futebol Europeu e da Índia, até retornar a Criciúma para defender o Próspera e depois ser contratado pelo Criciúma.

“A expectativa e vontade é grande, por tudo que trabalhei esperando este momento, que é muito especial na minha vida. Vou entrar em campo para desfrutar”, contou o goleiro. Voltar a jogar pelo Tigre era um desejo antigo de Roberto. Em sua apresentação após ser contratado, ele se emocionou ao falar do momento.


Foto: Celso da Luz/Criciúma E.C.

Pela experiência e ligação com o clube, Roberto é um líder no atual elenco. Durante um dos treinos de preparação para o jogo contra o São José-RS, marcado para esta segunda-feira, dia 9, o goleiro discursou para os atletas. Uma forma de motivar a equipe para o importante confronto contra o Zequinha, que vale a volta ao G-4.

“Viemos de duas derrotas fora. É hora de alinhar as velas. E nessas horas eu conto um pouco do que eu passei, como superei os momentos difíceis. Alguns atletas são experientes, mas outros são jovens e escutam o que eu falo. É importante isso, para dar aquela tranquilizada, saber o que tem que ser feito, saber do nosso objetivo, focar nele e saber que temos que trabalhar”, disse.

Leia mais sobre: