InternetData CenterAssinante

Na volta da torcida ao Majestoso, Criciúma estreia na Copa SC contra o Hercílio Luz

Será a primeira partida com público no Heriberto Hülse desde março de 2020
Na volta da torcida ao Majestoso, Criciúma estreia na Copa SC contra o Hercílio Luz
Foto: Celso da Luz / Criciúma EC / Arquivo
Por Rafaela Custódio Em 15/09/2021 às 08:06

Março de 2020 foi a última vez que o Criciúma jogou diante de sua torcida. A lembrança, é verdade, não foi das melhores e o Tigre ficou num frustrante 0 a 0 com o Figueirense, pelo Campeonato Catarinense. De lá pra cá, o futebol foi suspenso em função da pandemia do novo coronavírus e, quando voltou, foi de portões fechados. Passado quase um ano e meio, a espera pelo reencontro chega ao fim. Nesta quarta-feira, dia 15, o tricolor abre as portas do estádio Heriberto Hüllse a partir das 19h30 para receber seus torcedores para a partida contra o Hercílio Luz, na abertura da Copa Santa Catarina.

O retorno, porém, será cheio de regramentos, atendendo às normas sanitárias de controle da pandemia. Entre as regras estão a ocupação máxima de 30%, uso obrigatório de máscaras e proibição dos torcedores em pé. 

Ingresso a R$ 50 e torcida sentada no estádio Heriberto Hülse; às regras do duelo pela Copa SC​

Confira abaixo os destaques da partida:

O campeonato

Disputar a Copa Santa Catarina pode ser tratada como uma novidade para o Criciúma. Apesar de a competição estar inserida no calendário da Federação Catarinense de Futebol (FCF) há muito tempo, o Tigre não disputa desde 2010. Neste ano, volta a disputá-la num contexto diferente. Rebaixado no Campeonato Catarinense, a equipe carvoeira tem uma única chance de conseguir uma vaga na Copa do Brasil de 2022: sendo campeão da Copa SC.

A competição se divide da seguinte forma: oito times participam e todos se enfrentam em jogos de turno único. Os primeiros quatro classificados avançam para as semifinais. Em eliminatórias de ida e volta, serão conhecidos os finalistas e, posteriormente, o campeão. Além do Criciúma, disputam a Copa SC: Avaí, Caçador, Figueirense, Hercílio Luz, Joinville, Juventus e Marcílio Dias.

Criciúma

O Tigre entra na Copa Santa Catarina com um olho no peixe e outro no gato. Apesar de encarar a sério o novo torneio, o time de Paulo Baier mira a sequência da Série C do Campeonato Brasileiro. No sábado, dia 18, o tricolor recebe o Mirassol, pela penúltima rodada da primeira fase, e pode garantir classificação para a próxima etapa da competição com uma simples vitória.

Por isso, a escalação do time para encarar o Hercílio Luz é tratada como mistério pela comissão técnica carvoeira. Luciano Almeida, que comandará a equipe na beira do gramado devido a uma suspensão de Baier, despistou e afirmou que “não há reservas no Criciúma”, deixando em aberto qualquer tipo de variação na formação carvoeira.

Provável escalação: Alisson; Alemão, Henrique, Zé Marcos e Pedro Rosa; Léo Costa, Eduardo, Filipe Matheus; Gabriel Henrique, Luis Paulo e Minho.

Hercílio Luz

Após um intenso fim de Campeonato Catarinense - classificação para o mata-mata na última rodada, mas posterior eliminação por escalação irregular - o Hercílio Luz chega a Copa Santa Catarina revigorado e mirando voos mais altos. A principal mudança no time de Tubarão foi em caráter administrativo. Em julho, o clube formou uma parceria com um grupo de investimentos encabeçado pelos empresários Vinicius Gaidzinski, do Grupo VEG; Thiago Maggi Quartiero, da Camil Alimentos; e Gustavo Mendes Stocco, da Naxi. O fundo fica com 90% e o Hercílio com os outros 10% do lucro líquido.

Fruto dessa parceria veio Raul Cabral, novo técnico da equipe. O treinador de 39 anos já dirigiu o Avaí e também o Figueirense e chegou ao clube de Tubarão avalizado pelos novos investidores, que reformularam o elenco. Entre os vários reforços está o veterano Fabinho, de 38 anos. O atacante já defendeu o Criciúma em 2013, quando foi campeão catarinense. Além de novos nomes, o Hercílio Luz resgatou quatro atletas que estavam emprestados: os atacantes Vinicius Urbano e Garraty e o volante Eduardo Meurer, que defendiam o Carlos Renaux. Além deles, Lucas Pederzoli, meio-campista, também retornou ao Leão do Sul após período no 4 de julho (PI).

Retrospecto 

Criciúma e Hercílio Luz já se enfrentaram em 40 oportunidades. O Tigre leva vantagem no confronto com 22 vitórias, 10 empates e oito derrotas. A equipe carvoeira marcou 58 gols e sofreu 33. 

Arbitragem 

A partida será comandada por Diego da Costa Cidra de Joinville. Ele será auxiliado por Diogo Berndt (Joinville) e Bruno Muller (Santo Amaro da Imperatriz). 

Transmissão 

Criciúma e Hercílio Luz terá transmissão ao vivo do Portal Engeplus, que abre a Jornada Esportiva Tabelando a partir das 18h30 no site e nas redes sociais.

Leia mais sobre: