InternetData CenterAssinante

Hemerson Maria fala sobre contratações, Série C, racismo e a busca pela reconstrução do Criciúma

Treinador assumiu o Criciúma no último dia 8; parte do elenco se apresenta dia 24
Hemerson Maria fala sobre contratações, Série C, racismo e a busca pela reconstrução do Criciúma
Foto: Rafaela Custódio / Portal Engeplus
Por Rafaela Custódio Em 19/01/2021 às 08:56

O Criciúma entra no ano de 2021 com um objetivo principal: conquistar o acesso para a segunda divisão do Campeonato Brasileiro. Para isso, terá no banco de reservas o técnico Hemerson Maria, anunciado no começo do mês. O primeiro desafio do treinador será no Campeonato Catarinense, competição na qual o Tigre estreia no dia 24 de fevereiro diante do Hercílio Luz, às 20h30, no estádio Heriberto Hülse. 

A reportagem do Portal Engeplus conversou com exclusividade com Hemerson Maria, que abriu o jogo sobre o planejamento para a temporada. O treinador destacou que o Criciúma deverá montar um elenco com 26 jogadores, entre eles, atletas das categorias de base e sem medalhões do futebol brasileiro. Segundo o treinador, oito jogadores irão se apresentar no próximo dia 24 para iniciar os trabalhos. Todavia, a pré-temporada para o Criciúma inicia no dia 1º de fevereiro. 

Hemerson Maria tem uma trajetória de mais de 20 anos como técnico e acumula uma vasta experiência no futebol catarinense. Ele já comandou quatro das cinco equipes mais tradicionais de Santa Catarina – Figueirense, Avaí, Chapecoense e Joinville – e no último dia 8 assumiu o Criciúma. Confira abaixo a entrevista completa com o treinador carvoeiro: 

Portal Engeplus: Como está a montagem do elenco e a preparação para o início do estadual?

Hemerson Maria: O tempo não é o ideal para que possamos preparar uma equipe que chegue na estreia praticando um futebol dominando todas as fases do jogo. Mas é a realidade que temos. O tempo é o possível até pela questão da reformulação. Desde a última segunda-feira, estamos trabalhando das 8 às 21 horas. Estamos analisando atletas que imaginamos para o clube. Durante esta semana teremos novidades e vamos preparar o grupo em duas fases, ou seja, um grupo irá se apresentar no próximo dia 24 como categorias de base e atletas que já encerraram suas competições e os demais jogadores, quando encerrar a Série B, devemos formar um grupo na sua totalidade. 

“Vamos precisar de muita paciência do torcedor neste primeiro momento, pois não teremos entrosamento necessário, porém tenho convicção que teremos uma equipe competitiva”.
Hemerson Maria
------------------

Portal Engeplus: O Criciúma está contratando jogadores que estão finalizando campeonatos como Série B, C ou até mesmo D? Isto não pode ser um problema visto que esses atletas estão terminando temporada e não terão tempo de descanso? 

Hemerson Maria: Temos conversas adiantadas com alguns atletas das Séries C e D do Campeonato Brasileiro. Essa semana também começamos a fazer atividades online com os jogadores que vão se apresentar dia 24. Não teremos medalhões e penso que o futebol precisa de intensidade. Os atletas precisam vir para o Criciúma sabendo do projeto e esses jogadores, quando conversamos, se mostraram positivos e tenho certeza de que farão um grande trabalho na equipe. É uma janela muito atípica em virtude da pandemia. Se pegarmos jogadores da Série B, por exemplo, a última rodada é dia 30 e nos apresentamos no dia 1º de fevereiro e o início da competição acontece dia 24. Os jogadores que vão chegar estarão com o físico muito bom, talvez cheguem cansados na questão mental. Porém, desgaste físico, não. No início, teremos que individualizar os treinamentos de atletas.

Portal Engeplus: Qual liberdade você está tendo atualmente no Criciúma?

Hemerson Maria: Antes de acertar com o Criciúma estive no clube e passei por cinco horas dentro do Centro de Treinamento. Foi-me dada a liberdade de trabalhar. Nada será imposto e tudo vai ser discutido pelo bem do Criciúma. Não acredito que serei o único responsável pelas contratações, pois sou muito aberto, e se me apresentarem um nome melhor não tem porque não aceitar. Colocamos alguns nomes por posição. Ouço todo mundo e procuramos chegar a um consenso.

Portal Engeplus: Quem serão os atletas que se apresentarão no dia 24 e quantos jogadores?

Hemerson Maria: Todo mundo já sabe que os melhores atletas das categorias de base foram negociados durante a transição da nova gestão. Temos alguns meninos remanescentes, porém não poderão ter o peso de resolver o problema do Criciúma. Eles farão parte do elenco. São cerca de oito atletas que irão se apresentar neste primeiro momento. Em relação ao Eduardo, é um desejo e gostaria que ele permanecesse, mas tem que ter um acerto financeiro. Mas é um atleta que eu gostaria que permanecesse. 

Portal Engeplus: Como mostrar para o torcedor que terá um período de adaptação entre atletas e comissão técnica? 

Hemerson Maria: Nós seremos a última equipe que iniciará as atividades. Quando iniciarmos não teremos 100% do elenco ainda. Teremos que ter a compreensão de todos. É um trabalho que vai começar do zero. Nós falamos aqui que talvez só permaneça o Eduardo e teremos que fazer um elenco de 26 jogadores. São atletas que terão que se conhecer, vou ter que conhecer os atletas. São escalas que teremos que passar. Estamos ansiosos que a liberação dos estádios volte para que dentro do Heriberto Hülse o torcedor volte a nos apoiar. Nossa missão é resgatar a identidade do clube. Os atletas que estamos buscando vão agradar ao torcedor e vão lutar desde o primeiro minuto para colocar o Criciúma onde ele merece. 

Portal Engeplus: O que o Criciúma precisa fazer de diferente para se destacar no Catarinense? 

Hemerson Maria: Em Santa Catarina, dificilmente temos uma equipe bicampeã. O título vem sendo dividido entre os grandes. Uma competição bem equilibrada. Temos a ascensão do Brusque e Marcílio Dias. Um campeonato difícil que servirá de preparação para a Série C, porém vestindo a camisa do Criciúma precisamos sempre buscar a melhor colocação. Dentro da comunicação com o torcedor, temos que impor metas. A primeira meta é classificar entre os oito. Mas para isso acontecer, precisamos de uma equipe organizada em todas as fases do grupo. Um time que lute o tempo todo e não desista de buscar a vitória. Queremos uma equipe organizada e que tenha caráter, ou seja, uma equipe que entre em campo, deixe seu máximo e que busque a vitória. 

Portal Engeplus: Você quer implantar qual método de jogo no Criciúma? 

Hemerson Maria: Nós não podemos ter um esquema tático engessado. Precisamos ter jogadores versáteis e que se adaptem ao estilo de jogo. Vamos ter duelos que precisaremos nos defender mais e outros vamos pegar equipes fortes na bola aérea, então não adianta falar que vou jogar em um esquema tático, pois daqui a pouco estaremos nos amarrando. O que eu acredito é em modelo de jogo com jogadores fisicamente fortes, atletas mentalmente concentrados e disciplinados.

Portal Engeplus: Ficou surpreso com a reação positiva da torcida ao anúncio do seu nome? 

Hemerson Maria: Estou no mundo do futebol desde os 8 anos. Plantei a humildade, caráter e respeito às equipes. Sempre tive admiração pelo Criciúma. Acredito que a boa aceitação que tive foi devido ao respeito por todos os times. Espero que a parceria permaneça. Mas perdendo ou ganhando, meu comportamento será o mesmo. 

Racismo 

A reportagem do Portal Engeplus questionou Hemerson Maria sobre o tema racismo. O treinador afirmou que é necessário educar as novas gerações. Confira abaixo o áudio do técnico carvoeiro abordando o tema: 

 

Torcida 

Hemerson Maria foi muito enfático ao falar da torcida carvoeira. “Não quero vender ilusão ao torcedor e dizer que vai dar tudo certo desde o começo. Vamos passar por dificuldades e é um ano de reconstrução. Se toda a sociedade criciumense se unir, nós temos tudo para por o Criciúma no lugar que merece. Temos uma responsabilidade muito grande. O objetivo do Criciúma em 2021 é o acesso à Série B”, destacou. Confira o recado do treinador: 

Abaixo você confere a entrevista completa em áudio: