InternetData CenterAssinante

Handebol feminino de Criciúma disputará segunda fase da Liga Nacional em outubro

Cidade recebeu a Conferência Sul da competição no último fim de semana
Handebol feminino de Criciúma disputará segunda fase da Liga Nacional em outubro
Foto: Divulgação
Por Redação Engeplus Em 11/09/2021 às 12:12

O time de handebol feminino da Fundação Municipal de Esportes de Criciúma (FME) e da Associação Criciumense de Handebol Feminino (Acrihf) disputará a segunda etapa da Liga Nacional. Mesmo sem vitórias, a equipe se classificou para a próxima fase, prevista para entre os dias 28 e 31 de outubro, em São José, e aguarda a realização da Conferência Sudeste, no fim do mês, para ter seu próximo grupo definido.

A primeira etapa da competição foi disputada no Ginásio Municipal Irmão Walmir Antônio Orsi. O presidente da FME, Neto Uggioni, avaliou positivamente o evento. “Nos esforçamos para trazer a competição, e foi um espetáculo com excelentes jogadoras. Nossa cidade foi uma ótima sede, e a Confederação Nacional de Handebol (CNHb) elogiou nossa receptividade”, disse.

Atleta da FME-Acrihf, Gislane Pedrosa, integrou a seleção da conferência, sendo considerada a melhor armadora direita. O grupo local perdeu para os times de Sarandi, Maringá e Nacional de São José, respectivamente. Essa foi uma etapa de ranqueamento, na qual todos os times se classificaram. A segunda fase será uma junção com a conferência do sudeste, e todos os times se enfrentarão. Os quatro melhores se classificam para a chave final, que ocorrerá em São Paulo, em novembro.

“Apesar das derrotas, a equipe não se difere muito em nível das demais. Em todos os jogos buscamos bem o resultado positivo e sabemos os erros a corrigir para a próxima fase”, afirmou a presidente da Acrihf, Camila Souza

Essa é a primeira participação do elenco na liga, e Camila informou ainda ter recebido convite para fazer parte da CNHb. “Precisamos mostrar para as crianças e adolescentes que podem buscar sonhos dentro do esporte. Agradeço ao Neto por autorizar a vinda da etapa, por estar presente nos jogos e por se preocupar com a realização do evento”, ponderou Camila.

Leia mais sobre: