InternetData CenterAssinante

Criciúma vence Ypiranga em Erechim e assume a vice-liderança do grupo B

Desde 2019 o Tigre não vencia longe de casa em competições nacionais
Criciúma vence Ypiranga em Erechim e assume a vice-liderança do grupo B
Foto: Celso da Luz/Criciúma EC
Por Thiago Hockmüller Em 13/08/2021 às 22:02

O Criciúma quebrou o jejum de vitórias fora de casa em competições nacionais e deu um importante avanço na busca pela classificação para a segunda fase da Série C. Jogando contra o líder Ypiranga no estádio Colosso da Lagoa, em Erechim, o Tigre venceu por 1 a 0 na noite desta sexta-feira, dia 13, e agora é vice-líder do grupo B, com os mesmos 23 pontos do time canarinho. O gol foi marcado por Helder, aos quatro minutos do segundo tempo. Desde 2019 o time catarinense não vencia uma partida fora do estado em competições nacionais.

O Criciúma volta a campo no próximo domingo, dia 22, quando recebe o Oeste no estádio Heriberto Hülse. Já os gaúchos visitam o Botafogo, em São Paulo. Ainda nesta rodada o time de Paulo Baier seca Novorizontino e Ituano, que jogam e podem ultrapassar o Tigre caso vençam seus jogos. 

Jogo morno

As duas equipes iniciaram a partida de forma lenta, mas com o Criciúma tomando a iniciativa no campo de ataque e produzindo a primeira finalização. Aos três, Arilson tentou a sorte e mandou nas mãos do goleiro Deivity. O Ypiranga respondeu aos oito, com Cris. O camisa 9 não pegou bem na bola e mandou pela linha de fundo.

Mesmo jogando em casa, o time de Erechim, líder do grupo, encontrou dificuldade de furar o ferrolho montado por Paulo Baier. Além dos dois laterais, a linha defensiva ainda teve Rodrigo, Jessé e Marcel Scalese. Por outro lado, no campo de ataque, o Criciúma apresentou posse de bola e pouca eficiência para assustar o goleiro adversário. Aos 15, Maranhão e Silvinho fizeram jogada ensaiada que terminou com desvio pela linha de fundo. 

Que susto, Tigre!

O Criciúma seguiu dominando a partida. Seguro na defesa, o time de Paulo Baier passou a trocar passes, neutralizando o adversário. Só que aos 31 minutos veio o primeiro grande susto no duelo. Muriel avançou pelo setor direito do campo de ataque e cruzou na área. Bem posicionado, Dico cabeceou com perigo e quase abriu o placar.

A melhor chance da partida ainda seria criada pelo Ypiranga. Aos 42, o zagueiro Douglas mandou em direção ao gol. A bola passou por todo mundo e quicou na frente de Gustavo. Demonstrando reflexo, o goleiro carvoeiro espalmou pela linha de fundo, salvando os catarinenses.

De lateral para lateral

Os dois técnicos voltaram para a segunda etapa sem mudanças nas equipes. Por jogar em casa, naturalmente o Ypiranga tomou as rédeas do jogo e foi ao ataque. Primeiro, cruzamento de Cris, corte da defesa carvoeira e escanteio. Na cobrança, a zaga mostrou superioridade e afastou duas vezes.

O Tigre não demorou para responder às investidas dos gaúchos. E foi certeiro. Claudinho foi ao ataque e cruzou na medida para o lateral-esquerdo Hélder. Com categoria, o camisa 6 cabeceou como centroavante, sem chances para Deivity, e abriu o placar. 

Enroscados na linha defensiva montada por Paulo Baier, os gaúchos passaram a abusar dos cruzamentos, sempre parando na zaga criciumense. E quando não parou, o Tigre levou sorte. Aos 17, Fidelis descolou bom passe para Cris dentro da área. O centroavante encontrou espaço para a finalização e mandou por cima.  

Com dificuldade para furar a retranca, o técnico do Ypiranga, Júnior Rocha, partiu logo para três substituições. Saíram Cris, Sodré e Jonathan, entraram Cristiano, Luiz Felipe e Revson. Paulo Baier também mudou a equipe, trocando Maranhão pelo volante Léo Costa. Depois, saíram Marcão, Arílson e Silvinho para a entrada de Luiz Paulo, Eduardo e Gabriel Henrique.

Nos minutos finais, o Ypiranga passou a pressionar e teve perto de empatar o duelo. Aos 37, Erik, que havia entrado no lugar de Silvano, quase guardou o primeiro. Ele aproveitou jogada pelo alto e cabeceou ao lado da meta defendida por Gustavo. Depois, o Tigre segurou a pressão e conquistou a primeira vitória longe do Majestoso na Série C.

Ficha técnica para Ypiranga 0x1 Criciúma

Competição: Campeonato Brasileiro da Série C, 12ª rodada.

Data: Sexta-feira, dia 13 de agosto.

Local: Estádio Colosso da Lagoa, em Erechim (RS).

Horário: 20 horas

Arbitragem: Leonardo Sigari Zanon (PR) apitou o jogo, auxiliado por João Fábio Machado Brischiliari (PR) e Heitor Alex Eurich (PR).

Cartão amarelo: Douglas (YPI).

Gol: Hélder (4’ 2°T) (CRI).

Ypiranga: Deivity; Muriel, Douglas, Kanu e Jonathan (Revson); Fidelis, Clayton, Silvano (Erick) e Sodré (Luiz Felipe); Dico (Léo Santos) e Cris (Cristiano).

Técnico: Júnior Rocha.

Criciúma: Gustavo; Claudinho, Rodrigo, Jessé, Marcel Scalese e Hélder; Arilson (Eduardo), Dudu Vieira e  Maranhão (Léo Costa); Marcão (Luiz Paulo) e Silvinho (Gabriel Henrique).

Técnico: Paulo Baier.