InternetData CenterAssinante

Criciúma envia ofício à CBF questionando arbitragem do jogo contra o Botafogo (PB)

Clube questiona decisões do árbitro mineiro Paulo César Zanovelli
Criciúma envia ofício à CBF questionando arbitragem do jogo contra o Botafogo (PB)
Foto: Rafaela Custódio / Portal Engeplus
Por Rafaela Custódio Em 17/10/2021 às 15:07

Dentro das quatro linhas, Criciúma e Botafogo (PB) terminou por volta das 21 horas de sábado, dia 16, mas nos bastidores, a partida continua rolando. O pivô disso é o árbitro mineiro Paulo César Zanovelli, que foi um dos protagonistas do confronto válido pela 3ª rodada da Série C ao expulsar Dudu Vieira e Léo Costa no lado carvoeiro. Nesse domingo, dia 17, o Tigre comunicou que acionou a Comissão de Arbitragem da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) questionando esses e outros lances.

Através de nota oficial, o clube classificou a expulsão de Dudu Vieira, logo aos 8 minutos de jogo, como “uma precipitação do árbitro” e alegou que Léo Costa, expulso já no segundo tempo, revidou um pisão de Clayton, sugerindo a expulsão dos dois atletas. O Tigre também reclamou do lance envolvendo o lateral direito Sávio, do Belo. Nos acréscimos da etapa inicial, ele cometeu falta em Silvinho próximo da área e não foi advertido com o cartão amarelo. Como o defensor já tinha cartão, ele seria expulso.

Segundo o clube, a ação tem como objetivo “evitar que erros como esses aconteçam novamente” e ainda cobra uma utilização correta do VAR dentro das partidas.

Confira abaixo a nota completa:

O Criciúma Esporte Clube comunica que, em reunião com toda a sua diretoria, decidiu formular um ofício, através de interseção à Federação Catarinense de Futebol (FCF), à Comissão de Arbitragem da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) referente a partida contra o Botafogo-PB na noite deste sábado (16/10) no estádio Heriberto Hülse. Anexo ao documento, estarão as imagens da expulsão do volante Dudu Vieira, que entendemos ter havido uma precipitação do árbitro Paulo César Zanovelli da Silva; da não expulsão do lateral-direito Sávio, aos 48 minutos do primeiro tempo, quando o mesmo já havia recebido cartão amarelo em um lance anterior; e, por último, do lance da expulsão do volante Léo Costa, quando a imagem claramente mostra que o atleta do Criciúma recebeu um pisão antes de revidar. Portanto, os dois atletas deveriam ter sido expulsos. Tal ação do clube tem como objetivo evitar que erros como esses aconteçam novamente. O VAR (árbitro assistente de vídeo) é uma ferramenta criada para evitar qualquer tipo de injustiça durante a partida, e queremos que ele seja utilizado de forma correta