InternetData CenterAssinante

Atletas representarão o Colégio Unesc nos Jogos Escolares Brasileiros

Alunas do Colégio estão na expectativa dessa grande competição
Atletas representarão o Colégio Unesc nos Jogos Escolares Brasileiros
Foto: Daniela Savi
Por Redação Engeplus Em 24/10/2021 às 18:05

O ano de 2021 foi marcado pela volta dos Jogos Escolares Brasileiros, os JEBs, uma tradicional competição estudantil que visa estimular a prática esportiva nas escolas, contribuindo para a boa formação do estudante e o surgimento de novas gerações de atletas olímpicos e paraolímpicos.

E por falar em talento, o Colégio Unesc terá duas representações nos JEBs, que acontecerão de 29 de outubro a 5 de novembro no Parque Olímpico, no Rio de Janeiro. A atleta e estudante do sexto ano, Tayná Miguel Rodrigues, de 11 anos, já está contando nos dedos o dia da sua disputa, e não poupa nos treinos. Quem também está ansiosa para a competição e treinando muito é a aluna da oitava série, Letícia de Oliveira Savi, 14 anos.

“Estou muito animada e vou dar o meu melhor. Estou treinando muito”, contou Tayná, que disputará na modalidade lançamento de dardo, uma das disciplinas do atletismo. Para um melhor desempenho ela acredita que são fundamentais a força e a técnica.

E a expectativa é bem grande de, possivelmente, conseguir uma boa colocação na competição. É o que conta a técnica Mirelli Bianco Montegutti Berti. “Lá, estarão competindo os melhores de cada estado e país, mas as duas estão treinando regularmente e estão bem dedicadas ao treino para dar o melhor na competição”, argumentou.

De acordo com ela, Tayná entrou para os treinos de atletismo há pouco tempo, mas tem muito potencial, não só a nível nacional, mas mundial, bem como a Letícia. “Além da força e técnica, o atletismo exige dedicação e comprometimento com os treinos, e elas estão muito dedicadas”, enfatizou a técnica Mirelli, acrescentando ainda que essa vai ser a primeira participação da Tayná no Brasileiro representando o Estado e o Colégio Unesc.

Letícia vai representar o colégio na modalidade salto em distância e 80m com barreiras e já está há mais tempo nas competições.

 

Orgulho

É o que conta Bruna Alamini de Oliveira Savi, mãe da Leticia. Ela treina há muitos anos e vem mostrando bons resultados nas competições que participa, se dedica muito aos treinos junto com o seu técnico Roberto Bortolotto. “O sentimento que temos é de muito orgulho por ela estar participando de uma competição tão importante que são os JEBs”, disse.

Segundo ela, Leticia se empenha muito para ter os melhores resultados sempre. “Estamos com muitas expectativas nessa competição e esperamos que ela volte com uma medalha”, adiantou.

Tayná Miguel Rodrigues, está há apenas cinco meses no atletismo, mas já conquistou muitas medalhas, o que deixa os pais ainda mais orgulhosos. “Já são nove medalhas, entre municipal, regional e estadual. Cada medalha, expressa muita alegria, orgulho e emoção. Queremos que se dedique cada vez mais. Se é isso que ela quer realmente, que voe muito”, almeja a mãe da atleta, Sinara Antunes Miguel.

Sinara reforçou o desejo dos pais. “Todo pai e mãe quer que o filho cresça forte, seja determinado e feliz com o que faz. Enquanto mãe, fico torcendo para que o desenvolvimento dela seja sempre positivo. Ela está comprometida e dedicada ao atletismo”, enalteceu.

A competição deverá envolver mais de 4,8 mil atletas, 772 treinadores, 400 árbitros, 520 pessoas no comitê organizador, além de duas mil medalhas, 70 mil refeições e 180 horas de transmissão por streaming, em 17 modalidades: modalidades individuais: atletismo, atletismo adaptado, badminton, ciclismo, ginástica artística, judô, karatê, natação, taekwondo, tênis de mesa, wrestling e xadrez nos naipes feminino e masculino e, ginástica rítmica, no naipe feminino; Modalidades coletivas: basquetebol, futsal, handebol, voleibol e vôlei de praia nos naipes feminino e masculino.

Os JEBs servirão como seletiva para os Jogos Sul-Americanos Escolares, que foram adiados para dezembro de 2022 em virtude da pandemia de Covid-19. O evento é realizado pela Confederação Brasileira do Desporto Escolar (CBDE) em parceria com o Governo Federal, por meio do Ministério da Cidadania, Secretaria Especial do Esporte, Governo Estadual do Rio de Janeiro e a Prefeitura do Rio de Janeiro.

Colaboração: Assessoria de Imprensa Unesc