InternetData CenterAssinante

Apresentado como técnico do Criciúma, Paulo Baier promete formar grupo competitivo e vencedor

Ele concedeu entrevista coletiva junto com o auxiliar Luciano Almeida
Apresentado como técnico do Criciúma, Paulo Baier promete formar grupo competitivo e vencedor
Foto: Mateus Mastella/Tabelando
Por Thiago Hockmüller Em 05/05/2021 às 14:59

Paulo Baier foi apresentado na tarde desta quarta-feira, dia 5, como novo técnico do Criciúma. Ao lado do auxiliar Luciano Almeida, também do presidente Anselmo Freitas e do executivo Juliano Camargo, ele concedeu entrevista coletiva e deixou as primeiras impressões como técnico carvoeiro. O discurso é claro e pontual: “Os times vão ter que correr muito para ganhar do Criciúma”, refletiu durante a entrevista.

Mesmo que anunciada somente ontem pelo clube, a nova comissão técnica já trabalha há dois dias em conjunto com o departamento de futebol. O objetivo principal é definir reforços que se juntarão ao grupo para o restante da temporada com a missão de conduzir o Tigre o mais longe possível na Copa do Brasil e também para o acesso à Série B do Campeonato Brasileiro. 

Para Baier, que teve três passagens pelo Tigre como jogador e conquistou dois títulos, o momento é oportuno para o reencontro, sobretudo por estar chancelado pelo trabalho vitorioso no Próspera. “Estou voltando para casa. O presidente me ligou e perguntou quando eu queria vir. Eu disse que viria de graça. Tenho identificação e quero ajudar. Estou muito feliz e vamos fazer de tudo para botar o Criciúma nos trilhos. Com muito trabalho e dedicação vamos resgatar a alma do Criciúma. Acredito no meu trabalho, na comissão técnica e nos jogadores”, disse.

O novo treinador quer repetir no Criciúma a receita vencedora no Próspera. Não é pra menos. No Time da Raça atingiu 55% de aproveitamento em 33 jogos nas temporadas 2018, 2020 e 2021. Foram 16 vitórias, sete empates e dez derrotas. No armário, guardou as taças da terceirona e segundona catarinense, além de conduzir o clube ao mata-mata no Campeonato Catarinense e à vaga para a Série D do Campeonato Brasileiro. 

Vivo um momento muito bom, me sinto bem e feliz. Estou evoluindo e chego no momento certo de assumir o Criciúma. Já passaram vários técnicos, é o meu momento. Muito melhor para dar oportunidade para um treinador que conhece o clube, conhece a cidade, tem identificação com o clube e com o torcedor. Acredito que vamos fazer um grande trabalho. 

Paulo Baier, técnico do Criciúma
_________

Perfil definido

Durante a coletiva, Paulo Baier explicou que em breve o clube anunciará os primeiros reforços para este segundo momento da temporada e não descartou a chegada de jogadores que estiveram com ele no Próspera. Todos a serem contratados possuem um perfil pré-definido e passarão pelo crivo do presidente, do departamento de futebol e também pela análise da comissão técnica. Segundo o treinador, a competitividade é uma das principais características buscadas no mercado.

“Além de buscar resultados, que vá competir dentro de campo. Queremos trazer jogadores com qualidade e perfil do Criciúma. E que venham para ajudar. Esses jogadores já vamos conversar e começar a botar na cabeça deles o meu perfil e jeito de trabalhar. É o momento certo de passar confiança. Eles podem reverter essa história com trabalho, foco e determinação para recolocar o Criciúma onde ele precisa estar”, ponderou.

Tenho um carinho enorme (pelo Criciúma). Quero agradecer a direção pela confiança depositada em nosso trabalho e vamos fazer o possível e o impossível para levar o Criciúma a suas conquistas. O Criciúma não merece estar na Série C. 

Luciano Almeida, auxiliar técnico do Criciúma
_________


Baier e Luciano Almeida estão de volta ao Tigre. (Foto: Celso da Luz/Criciúma EC)

DNA carvoeiro

A concretização de Paulo Baier como técnico do Tigre foi avalizada pela confiança do torcedor no gaúcho de Ijuí. Pelo menos esta foi a avaliação do presidente do Criciúma, Anselmo Freitas, que refletiu sobre a parceria entre Baier e Criciúma, que já rendeu o título do Campeonato Catarinense em 1998 e da Série B em 2002. 

“(Paulo Baier) representa a raça da torcida do Criciúma. Com certeza o Criciúma e a torcida vão colher frutos. Identificamos que o Baier representa 99% do torcedor do Criciúma. A vinda dele é um presente para a torcida e temos certeza que com o trabalho dele e da equipe teremos sucesso na Copa do Brasil e na série C. Vamos fazer um time competitivo para subir para a série B do próximo ano”, disse.

A escolha do Paulo representa o DNA que o Criciúma precisa resgatar. Esse foi o principal critério que tomamos. Estou feliz com a decisão. Acredito demais que o Paulo possa desempenhar um excelente trabalho com o Luciano e a comissão técnica. Quero desejar sucesso, pode contar conosco e o que for possível vamos estar potencializando no departamento de futebol. 

Juliano Camargo, executivo de futebol do Criciúma
_________

Aos 46 anos, Paulo Baier assinou com o Criciúma até o final da temporada. Antes do Tigre, ele treinou ainda Próspera, Brusque e Toledo (PR). Já o auxiliar Luciano Almeida também possui ligação com o Tricolor onde atuou como jogador e também já comandou o time sub-17. 

Leia mais

Por que o Criciúma segurou o anúncio de Baier?

É a hora de abrir as portas para a ‘Geração 2002’