InternetData CenterAssinante

Para enfrentar o Criciúma, São Bento vai escalar goleiro como jogador de linha

Time também terá apenas um atleta na reserva
Para enfrentar o Criciúma, São Bento vai escalar goleiro como jogador de linha
Foto: Celso da Luz/Criciúma E.C.
Por Lucas Renan Domingos Em 26/10/2020 às 15:37

O São Bento emitiu nota repudiando a decisão da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) em manter o jogo contra o Criciúma marcado para às 18 horas desta segunda-feira, dia 26, no Estádio Walter Ribeiro, em Sorocaba (SP). A equipe paulista teve 15 jogadores diagnosticados com Covid-19 e solicitou adiamento da partida, o que foi recusado pela CBF. Em nota o clube afirmou que para entrar em campo terá que escalar um goleiro como jogador de linha. 

A comissão técnica do Bentão deverá ter apenas um reserva e, para completar o time, precisará escalar atletas que estão no departamento médico. A informação de que o jogo estava confirmado foi dado pela CBF na tarde desta segunda-feira. No documento assinado com os clubes para a retomada da competição em meio a pandemia, ficou definido que um jogo só seria cancelado caso um dos times envolvidos tivesse menos de 13 jogadores à disposição.

A Confederação Brasileira de Futebol afirma que o São Bento tem 38 jogadores inscritos, sendo 12 com Covid-19, restando, então, 26 jogadores. O clube rebate dizendo que dos 38 jogadores inscritos na CBF, mas seis já deixaram a equipe, 15 estariam com o novo coronavírus, quatro estão no departamento médico e um suspenso, ficando apenas com 12, o que seria o suficiente para adiar o jogo e o que motivou a solicitação do clube que não foi atendida. 

Na nota, o São Bento ainda afirmou que a continuidade do jogo pode colocar em risco os profissionais que irão atuar na partida. Leia a nota completa:

O Esporte Clube São Bento não compactua com a decisão da CBF em manter o jogo de hoje.

Os protocolos sanitários foram e continuam sendo seguidos pelo ECSB, mas infelizmente um surto de COVID-19 atingiu nosso elenco. Pedimos o adiamento da partida, mas o pleito foi recusado pela CBF, que confirmou o jogo para hoje. Acreditamos que essa decisão coloca em risco todos os profissionais que trabalharão na partida: comissão e atletas do ECSB, comissão e atletas do Criciúma, além dos fiscais, árbitros e apoios. Ao todo, são 15 jogadores testados positivos e mais 02 com sintomas, teremos que relacionar jogadores que estão no departamento médico para que ocorra essa partida. Infelizmente teremos que ir pro jogo sem banco de reservas e com um goleiro atuando na linha.