InternetData CenterAssinante

FCF garante que encaminhará acusações de Dal Farra ao Departamento Jurídico da entidade

Uma reunião da diretoria da FCF foi realizada na tarde desta segunda-feira
FCF garante que encaminhará acusações de Dal Farra ao Departamento Jurídico da entidade
Foto: Divulgação / FCF
Por Rafaela Custódio Em 27/01/2020 às 18:42

A Diretoria da Federação Catarinense de Futebol (FCF) esteve reunida na tarde desta segunda-feira, dia 26, para discutir as declarações do presidente do Criciúma, Jaime Dal Farra. O mandatário do clube carvoeiro afirmou que o Tigre foi roubado pela arbitragem na derrota por 3 a 2 para o Juventus nesse domingo, em Jaraguá do Sul. 

A FCF emitiu uma nota de esclarecimento e informou que o presidente da instituição, Rubens Renato Angelotti, juntamente com o departamento de arbitragem e demais diretores da entidade, analisou os lances e avaliou as repercussões dos mesmos decidindo:

  •  Convocar à sede da entidade os árbitros envolvidos nos jogos Criciúma x Concórdia, Brusque x Joinville e Juventus x Criciúma, para uma avaliação técnica juntamente com os integrantes do departamento de arbitragem;

  •   Lamentar as descabidas acusações contra a FCF proferidas através da imprensa pelo presidente do seu filiado Criciúma E.C. Jaime Dal Farra, denegrindo a imagem da entidade após o jogo Juventus 3 x 2 Criciúma;

  •   Dar conhecimento à procuradoria do Tribunal de Justiça Desportiva do Futebol Catarinense do material recolhido junto aos meios de comunicação comprovando as já referidas acusações;

  •  Igualmente, encaminhar o mesmo material para o Departamento Jurídico da FCF para as devidas providências legais cabíveis;

  • Na mesma ocasião, o presidente Rubens Angelotti mostrou preocupação e cobrou do departamento de arbitragem providências no sentido de que erros pontuais como o ocorrido no jogo Brusque x Joinville, não voltem a acontecer, evitando-se prejuízos a equipes e a própria arbitragem do futebol catarinense;

  • Por fim, o presidente da FCF lembrou a necessidade da preservação das instituições, independente das pessoas que as conduzem.

Entenda o caso

Após a derrota por 3 a 2 para o Juventus, o presidente do Criciúma, Jaime Dal Farra afirmou em entrevista que o clube havia sido roubado pela arbitragem nas duas primeiras rodadas do Campeonato Catarinense, ele também se referiu a vitória do Tigre por 2 a 1 contra o Concórdia disputado no estádio Heriberto Hülse. 

“Palhaçada que foi o jogo em Criciúma e hoje foi roubado de novo. O Criciúma foi rebaixado no ano passado por essa Federação de m****”, afirmou. Dal Farra ainda continuou. “Se der para desfiliar eu desfilio, não aguento mais essa Federação de m****. Vou reunir a diretoria, o jurídico, e faremos um protesto veemente. Não aguento mais essa Federação de m****. Isso é brincadeira. Estão brincando. A Federação rebaixou o Criciúma, foram sete jogos roubados (na Série B em 2019). E hoje aqui de novo. A gente reclama e nem satisfação dão. Dois pênaltis grotescos, ridículos. É um absurdo", declarou. 

O Sindicato dos Árbitros de Futebol do Estado de Santa Catarina (Sinafesc) postou uma nota de repúdio ao presidente do Criciúma Jaime Dal Farra na noite desse domingo, dia 26. 

O Sinafesc afirmou em nota que “não tolerará mais esta transferência de responsabilidade dada por alguns dirigentes que querem ‘jogar para a torcida’ ou ‘jogar para imprensa’ e transferir suas derrotas e insucessos para arbitragem das partidas”. 

Confira aqui e confira a nota de repúdio completa do Sinafesc.