InternetData CenterAssinante

Criciúma empata com Figueirense, mas garante classificação no Catarinense

Equipes se enfrentaram na tarde deste domingo, no Majestoso pela 8ª rodada do estadual
Criciúma empata com Figueirense, mas garante classificação no Catarinense
Foto: Thiago Hockmüller / Portal Engeplus
Por Rafaela Custódio Em 08/03/2020 às 18:07

Sem gols. Assim foi a tarde deste domingo, dia 8, para Criciúma e Figueirense no estádio Heriberto Hülse. O confronto foi disputado pela 8ª rodada do Campeonato Catarinense e as equipes deixaram o gramado classificadas para a segunda fase do estadual. A equipe carvoeira termina a rodada em 6º lugar, com 7 pontos, e o Alvinegro em 4º, com 12. 

O próximo jogo do Tigre será diante do Joinville no domingo, dia 15, às 16 horas, na Arena do Jec. Já o Figueirense enfrenta o Brusque no estádio Orlando Scarpelli. 

Primeiro tempo 

A partida iniciou bastante movimentada no meio de campo com as duas equipes buscando ter a posse de bola e atacando pelas laterais. A primeira boa oportunidade do jogo veio com o time visitante aos 5 minutos. Guilherme cruzou a bola pela direita, mas o goleiro Agenor subiu mais alto que Marquinho e ficou com a bola. 

A primeira chance do Tigre saiu dos pés de Carlos César, aos 11. O camisa 10 sofreu falta pelo lado esquerdo do campo. Ele mesmo cobrou a falta, porém a batida saiu fechada e o goleiro Sidão conseguiu fazer a defesa. 

Os visitantes apostaram na posse de bola e com isso alçaram na área, aos 22. Marquinho bateu a falta, mas o zagueiro Alemão pegou mal e mandou longe da meta do goleiro Agenor que apenas acompanhou a jogada. 

O Criciúma quase abriu o placar com Foguinho, aos 27. Após troca de passes pelo lado esquerdo, a bola sobrou para Carlos César. O camisa 10 chutou no gol, mas a bola rebateu na zaga e sobrou para Foguinho. O volante também chutou, porém a arbitragem assinalou o impedimento e parou a jogada. 

No lance seguinte mais uma vez o Tigre voltou assustar a equipe de Florianópolis. Mas desta vez com Victor Guilherme. Depois de troca de passes pela direita, a bola sobrou para o lateral que arriscou o chute de fora da área, entretanto a bola subiu demais e o goleiro Sidão apenas acompanhou. 

Jogo equilibrado 

Assim como nos minutos iniciais, a partida continuou equilibrada durante todo o primeiro tempo, com muita disputa no meio-campo e as equipes buscando como solução as laterais. Foi assim que a equipe alvinegra assustou o time carvoeiro aos 33. Brunetti recebeu pelo lado esquerdo e cruzou na área, a bola foi muito forte e acabou atravessando toda a área tricolor ficando a redonda com o atacante João. 

Aos 35, Victor Guilherme tentou jogar a bola na área, porém ela parou nas mãos de Brunetti. O árbitro assinalou falta e na cobrança, Carlos César parou na barreira, mas o Criciúma ganhou escanteio e novamente o camisa 10 do Tigre teve a oportunidade de bola parada. Entretanto, mais uma vez desperdiçou a chance e a zaga alvinegra afastou o perigo. 

Figueirense melhor nos minutos finais 

O volante Foguinho sofreu falta na intermediária e Carlos César cobrou direto no canto esquerdo do gol, porém Sidão conseguiu espalmar. A posse de bola continuou com o Tigre, mas desta vez pelo lado esquerdo. Bruno Oliveira cruzou novamente a bola na área, porém a zaga conseguiu afastar.

O Figueirense balançou as redes do Criciúma, aos 44, mas o gol foi anulado. Marquinho recebeu dentro da área e cruzou rasteiro na pequena área e Brunetti empurrou para o fundo do gol, entretanto a arbitragem assinou impedimento ainda no lance inicial da jogada. 

No lance seguinte, o goleiro Agenor salvou o Tigre. Pedro Lucas recebeu pelo lado direito, tirou a marcação e chutou, porém o arqueiro carvoeiro conseguiu espalmar a bola para a linha de fundo. Na cobrança do escanteio, a defesa tricolor tirou o perigo.

Segundo Tempo 

O Criciúma voltou diferente para o segundo tempo. Deixaram o gramado o volante Christofer e o meio-campista Carlos César e entraram no duelo Eduardo Melo e Daniel Cruz, respectivamente. 

A etapa final de jogo iniciou com o Figueirense buscando mais o gol. Logo aos 3 minutos, do Bruno Oliveira cometeu falta dura no atacante Vitor Feijão na lateral-direita. Elyeser alçou a bola na área, entretanto Agenor, de mão trocada, espalmou para a linha de fundo. O camisa 8 do Figueirense novamente cobrou escanteio, mas a defesa tricolor afastou o perigo. 

Criciúma x Figueirense: acompanhe o minuto a minuto

 

O Figueirense quase abriu o placar aos 12. Vitor Feijão arrancou pela direita, entrou na área e conseguiu cruzar a bola. Marquinho cabeceou, mas a bola subiu demais e saiu pelo lado esquerdo do gol de Agenor. 

Tigre mudou e surgiu efeito 

A última substituição da equipe de Roberto Cavalo veio aos 13. Saiu o atacante João Carlos para a entrada do meia Alisson Taddei. 

Ele entrou na partida e no primeiro lance já sofreu falta pelo lado direito. O próprio camisa 20 levantou a bola na área, entretanto a zaga afastou o perigo. No lance seguinte, novamente o Tigre conseguiu um escanteio. Taddei cobrou, porém sem êxito mais uma vez. 

A melhor oportunidade do Criciúma no jogo saiu dos pés de Léo Ceará. O atacante Daniel Cruz arrancou ainda da linha de defesa, tocou para Eduardo Melo que já abriu para Léo Ceará. O meio-campista entrou na área pelo lado esquerdo e cruzou na pequena área para Daniel Cruz, porém o atacante carvoeiro não alcançou a bola. 

Lá e cá 

Aos 28, os visitantes quase abriram o placar com Pedro Lucas. Após troca de passes dentro da área, a equipe alvinegra cruzou a bola e o atacante cabeceou, porém, a bola subiu demais e bateu na rede pelo lado de fora do gol de Agenor. 

A resposta do Tigre veio logo em seguida. O goleiro Agenor saiu jogando de forma rápida e o Criciúma conseguiu entrar na área da equipe de Florianópolis e a bola sobrou para Alisson Taddei. O camisa 20 recebeu, tirou a marcação e chutou, porém saiu pela linha de fundo. 

O Figueirense continuou atacando e aos 31 voltou a assustar. Pedro Lucas conseguiu recuperar a bola pelo lado esquerdo, invadiu a área, tirou a marcação e tocou rasteiro para Marquinho, porém o atleta alvinegro não conseguiu empurrar a bola para dentro do gol. 

Poucas oportunidades nos minutos finais 

As equipes buscaram o gol, mas sem êxito nos minutos finais e a partida terminou sem gols no estádio Heriberto Hülse. Este é o quarto empate consecutivo entre as equipes pelo Campeonato Catarinense e Série B do Campeonato Brasileiro. 

Ficha técnica - Criciúma x Figueirense - 8ª rodada do Campeonato Catarinense 

Data/Hora: domingo, dia 8º de março, às 16 horas;

Local: Estádio Heriberto Hulse, em Criciúma.

Público: 4261 pessoas

Renda: R$ 49.210

Arbitragem: O árbitro do confronto será foi Diego da Costa Cidral. Ele foi auxiliado por Diogo Berndt e Antonio Lourival da Luz. O trio é de Joinville. 

Cartões amarelo: Christofer (2’1’T), Bruno Oliveira (3’2’T) (CRI); Brunetti (13’2’T)(FIG) 

Cartões Vermelho:

Criciúma: Agenor; Victor Guilherme, Rodrigo Milanez, Vitão​ e Bruno Oliveira; Christofer (Eduardo Melo), Foguinho, Eduardo, Carlos César (Daniel Cruz), Léo Ceará e João (Alisson Taddei).

 Técnico:Roberto Cavalo

Figueirense: Sidão; Lucas, Alemão, Rony (Pereira) e Brunetti; Patrick, Elyeser (Arouca), Guilherme e Marquinho; Pedro Lucas e Vitor Feijão (João Diogo). 

Técnico: Márcio Coelho