InternetData CenterAssinante

Criciúma antes da pandemia: dez jogos, três vitórias e 43% de aproveitamento

O clube carvoeiro marcou dez gols e sofreu 13 em 2020
Criciúma antes da pandemia: dez jogos, três vitórias e 43% de aproveitamento
Foto: Rafaela Custódio / Arquivo Engeplus
Por Rafaela Custódio Em 06/07/2020 às 08:36

O Criciúma retorna aos gramados após 115 dias na próxima quarta-feira, dia 8, no estádio Heriberto Hülse, quando enfrenta o Marcílio Dias, pelas quartas de final do Campeonato Catarinense. Será o primeiro duelo de dois que serão disputados nesta fase do estadual. O confronto tem início às 19 horas. 

O Tigre não entra em campo desde o dia 15 de março, quando venceu o Joinville por 1 a 0, gol de Foguinho, na Arena do JEC, pela 9ª rodada. Depois de mais de 100 dias sem um jogo oficial em razão da pandemia do coronavírus, o Criciúma já renovou seu elenco, alguns atletas deixaram o clube e outros chegaram ao Majestoso. 

O clube carvoeiro anunciou o atacante Thiago Henrique, que estava no Londrina, mas também tem passagem pelo Brusque. Além do Thiago, o Tigre contratou o atacante Jean Dias, do São Caetano, e o zagueiro Maurício, do Cianorte. Deixaram o tricolor os atacantes Daniel Cruz, Edinan e Taylon, o meio-campo Carlinhos, os zagueiros Murilo Gomes, Léo Santos e Claudevan Pirambu.

Afinal como o Criciúma estava antes da parada? 

O Tigre disputou dez jogos em 2020, sendo nove pelo Catarinense e um pela Copa do Brasil, quando foi eliminado para o São Caetano após perder por 4 a 1. No estadual foram três vitórias, quatro empates e duas derrotas. O clube carvoeiro marcou dez gols e sofreu 13 em 2020. O aproveitamento da temporada tricolor é de 43%. 

O técnico Roberto Cavalo deve mandar a campo diante do Marcílio Dias a equipe no 4-4-2, com Agenor; Victor Guilherme, Rodrigo Milanez, Vitão e Kaike; Adenilson, Eduardo, Foguinho e Carlos César; Léo Ceará e Jean Dias.