InternetData CenterAssinante

Wilsão lamenta as chances perdidas pelo Criciúma

Para o técnico interino, Tigre poderia ter construído a vitória sobre o Paraná no 1º tempo
Wilsão lamenta as chances perdidas pelo Criciúma
Foto: Caio Marcelo / Arquivo / Criciúma E.C.
Por Rafaela Custódio Em 24/08/2019 às 14:22

Não foi por falta de chances que o Criciúma ficou no 0 a 0 com o Paraná Clube na manhã deste sábado, dia 24, na Vila Capanema. Segundo o Foot Stats, foram 16 finalizações do Tigre na partida válida pela 18ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro. Os arremates desperdiçados, especialmente na primeira etapa, foram lamentadas pelo técnico interino Wilson Vaterkemper, o Wilsão.

“Fizemos bom primeiro tempo, poderíamos até ter definido o placar, e não conseguimos na segunda etapa sustentar o desempenho, principalmente depois que perdemos o Caique”, afirmou após a partida.

A queda de rendimento na etapa final não partiu do próprio Criciúma. Wilsão conta que sempre tenta manter a postura agressiva, buscando o gol, mas que a bola parou de circular no meio de campo. “Chegamos muitas vezes com oportunidades, às vezes desperdiçando o último passe. Dominamos, merecíamos melhor sorte no primeiro tempo. Mas é bola na rede, precisamos botar a bola pra dentro”, avisou.

Sem tempo para treinar, algo também lamentado pelo interino, o Criciúma já pensa no jogo de terça-feira, dia 27, contra o Oeste, no Heriberto Hülse, a partir das 20h30. Caíque, expulso, não joga e Marlon deve retornar ao time. “Precisamos ganhar o jogo. É o mais importante, não vamos abrir mão da vontade de ganhar”, projetou Wilsão.