InternetData CenterAssinante

Sobram problemas, faltam soluções e Waguinho ganha 10 dias para remontar equipe

Criciúma só volta a campo no dia 20, quando encara o Atlético (GO) no Majestoso
Sobram problemas, faltam soluções e Waguinho ganha 10 dias para remontar equipe
Foto: Mourão Panda/América
Por Thiago Hockmüller Em 11/09/2019 às 00:13

O Criciúma perdeu mais uma na Série B e agora está a três jogos sem vencer na competição. E para piorar, pode entrar na zona de rebaixamento ainda nesta rodada – pode ser ultrapassado por Figueirense (17º) e Vila Nova (18º), além do Oeste, que é o primeiro fora do Z-4. 

Já pensando no longo período que terá para recuperar atletas e remobilizar o elenco (equipe só volta a campo no dia 20), Waguinho Dias não deixou passar a bronca com a derrota por 2 a 1 para o América, nesta terça-feira, no estádio Independência em Belo Horizonte. Sobretudo porque, nas palavras do treinador, o Tigre foi superior na segunda etapa e pagou o preço por um desempenho ruim no primeiro tempo.  

Hoje me surpreendeu negativamente porque o que foi feito em treinamentos e no jogo contra a Ponte Preta em casa não me deu mostras do nosso primeiro tempo, tanto que fiz duas substituições no intervalo. Não finalizamos, não concluímos as jogadas. Perdíamos a bola na intermediária, muitas vezes na entrada da área e o América, com velocidade, criou várias chances no primeiro tempo. 

Waguinho Dias, técnico do Criciúma 
______________

Ainda conforme o comandante carvoeiro, o revés em Belo Horizonte não passou pela formação tática da equipe, um 4-3-3 com Liel, Wesley e Daniel Costa no meio-campo. E foi justamente este setor que passou por alteração no intervalo, quando Daniel Costa foi substituído por Caíque. E na linha defensiva, Maicon deu lugar para Marcos Vinícius. 

Para Waguinho, as trocas melhoraram o desempenho do time. Até por isso ele saiu em defesa do esquema e justificou o fato de não ter mantido o 4-4-2 utilizado por Wilsão. “Para que possamos mudar, temos que ter peças. Da maneira como o Wilsão estava montando o time, era com Foguinho e Eduardo. E os dois estão fora. Quem eu coloco hoje? Quem temos para colocar? Temos que avaliar tudo, não apenas que o esquema não dá certo. Vamos avaliar o que temos e o que tem que ser feito. Jogamos melhor que o América no segundo tempo, e não mudou o esquema, mudaram as peças”, avaliou. 

Para o duelo com o Atlético Goianiense, o Criciúma não poderá contar com Luiz, expulso no jogo de hoje. O atacante Reinaldo é outro que está fora, já que levou o terceiro cartão amarelo e cumprirá suspensão. Foguinho, recuperando de lesão muscular de grau 2, dificilmente estará à disposição. Por outro lado, Eduardo, que iniciou a fase de transição, deve reforçar o time. 

Com a derrota no Independência, o Criciúma é 15º, com 23 pontos. Já o América é 11º, com 29.