InternetData CenterAssinante

Exemplo de superação, Bruna Salvador treina para competições de Triathlon

Previsão é que em 2020, Bruna possa competir em seis provas
Exemplo de superação, Bruna Salvador treina para competições de Triathlon
Foto: Divulgação
Por Redação Engeplus Em 21/10/2019 às 11:04

Superar limites e se mostrar capaz de realizar o que antes parecia impossível. É com este propósito que a urussanguense Bruna Salvador, 18 anos, iniciou um novo desafio da sua vida. Cadeirante, há três meses ela começou o treinamento na Sociedade Recreativa Mampituba de Criciúma para as competições de Triathlon (corrida de cadeira de rodas, percurso com a bicicleta adaptada e natação) e já fez a primeira competição de Duathlon (competição composta pela corrida de cadeira e bicicleta). No caso de Bruna, o medo foi substituído pela força de vontade e disposição para seguir com os treinos. 

Bruna é servidora da Secretaria de Saúde de Urussanga e conseguiu um importante apoio da Administração Municipal para seguir com o sonho de se tornar atleta. “Precisei de uma dispensa para os treinamentos que ocorrem três vezes por semana em Criciúma e, tanto a Secretaria de Saúde, como a de Esportes deram todo o apoio para que este sonho pudesse se tornar real”, explica. 

Segundo ela, o maior obstáculo é com a natação. “Não sabia nadar e ainda estou aprendendo. Para corrida é a primeira vez que estou treinando, minha maior experiência era mesmo com a bicicleta. Sempre gostei de esporte, mas nunca imaginei participar de uma competição de Triathlon. Sem dúvida é um grande desafio”, garante Bruna. 

A rotina de Bruna inicia cedo com os treinamentos em Criciúma. “Faço os treinamentos aqui e depois sigo para o trabalho. Hoje eu acredito que eu consigo fazer as coisas que eu quero fazer. Estou aprendendo a nadar, eu sei que consigo correr, sei que consigo participar de provas e completá-las. Quero competir em todo o país e sei que isso é possível”, complementa. 

De acordo com o treinador Tiago Marcelino Gomes, a previsão é que em 2020, Bruna possa competir em seis provas em Santa Catarina (duas etapas de Duathlon e quatro de Triathlon).

“A Bruna tem muita força de vontade. A evolução dela está surpreendendo. Ela já pedalava e a corrida se torna fácil porque é a mobilidade do dia a dia dela. O maior desafio é a natação que ela não tinha vivência dentro da água, mas ela está evoluindo muito bem. Hoje ela pode usufruir de toda a infraestrutura do Mampituba. Nossa previsão é de comprar todos os equipamentos necessários, como bicicleta e cadeira de rodas especiais para garantir ainda mais evolução para ela. Com tudo isso e as primeiras competições de 2020, em 2021 ela estará pronta para se tornar uma grande atleta”, aponta o treinador. 

Colaboração: prefeitura de Urussanga