InternetData CenterAssinante

Criciúma perde para o Coritiba e sofre o primeiro revés sob comando de Roberto Cavalo

Derrota no Couto Pereira freia reação carvoeira; time é 18º com 28 pontos
Criciúma perde para o Coritiba e sofre o primeiro revés sob comando de Roberto Cavalo
Foto: Assessoria Coritiba/Divulgação
Por Thiago Hockmüller Em 12/10/2019 às 18:30

Não deu para o Criciúma. Atuando no estádio Couto Pereira, contra o Coritiba, o time de Roberto Cavalo fez um duelo equilibrado, mas não suportou a pressão depois de ter Foguinho expulso e deixou o campo derrotado por 1 a 0. A partida aconteceu na tarde deste sábado, dia 12, pela 28ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro. O gol foi marcado por Robson, aos 32 minutos do segundo tempo.

O Tigre é 18º, com 29 pontos, e volta a campo na terça-feira, dia 15, quando recebe o Vitória no estádio Heriberto Hülse. Já o Coritiba, com 43 pontos, subiu duas posições assumindo a 4ª colocação e visita o São Bento, também na terça.

Criciúma à vontade em campo

Jogando fora de casa e contra um dos candidatos ao acesso, o Criciúma não se intimidou e desde os minutos iniciais rondou o gol defendido por Alex Muralha. E criou boas situações para abrir o marcador. A primeira partiu dos pés de Daniel Costa. Após cobrança de falta da entrada da área, a bola passou por cima da barreira e saiu caprichosamente pela linha de fundo.

Se os catarinenses iniciaram ligados, do outro lado, o time paranaense demorou para entender o jogo. Os comandados de Jorginho tiveram dificuldades na criação e passaram a jogar pelos lados de campo, sobretudo pelo setor direito da defesa carvoeira onde Andrew atuou improvisado na vaga de Carlos Eduardo.


(Foto: Fernando Ribeiro/Criciúma E.C)

Mas foi o Criciúma que encontrou os melhores espaços. Aos 9, foi com Vinicius. No semicírculo da grande área, o camisa 22 tabelou com Léo Gamalho e finalizou. A bola saiu fraca e Muralha defendeu sem dificuldades. Aos 17, foi a vez de Andrew avançar pelo corredor e finalizar de fora da área, mas pegou mal na bola e atirou pela linha de fundo.

Coxa equilibra o duelo

A partir dos 20 minutos, o Coritiba cresceu na partida, passou a frequentar o campo de ataque e levar perigo para Luiz. E quase acabou premiado pela melhora aos 22. De fora da área, Robson pegou firme na bola e acertou a trave do Criciúma. Logo depois, Juan Alano limpou a marcação e chutou em direção ao gol, mas Luiz salvou.

A ascensão do Coritiba fez bem ao Tigre, que encontrou espaços preciosos para contra-atacar. E duas vezes finalizou com Wesley. Na primeira, a bola passou rente à trave. E na segunda, Muralha defendeu. Antes do final do primeiro tempo, Vinicius desperdiçou mais uma. Ele arrancou em velocidade pelo lado esquerdo de ataque, invadiu a área, mas faltou precisão na hora de concluir a jogada e mandou por cima.

Tigre no contra-ataque

Buscando soluções na criação, Jorginho promoveu duas substituições logo na volta do intervalo. Ele lançou o time ao ataque trocando os meias Thiago Lopes por Luiz Henrique e Serginho por Vitor Carvalho. Já Roberto Cavalo, confiante diante da boa atuação de seus comandados, não promoveu alterações.

Apressado, o Coritiba esboçou uma pressão inicial e, a exemplo do que foi o primeiro tempo, permitiu ao Criciúma espaços para contra-ataque. Aos 2, Rafinha cobrou falta, Sabino apareceu livre na área e cabeceou baixo, no canto direito. Luiz reagiu rápido e foi buscar, só que o árbitro já havia parado o lance para marcar toque de mão do zagueiro do Coxa.

Percebendo o domínio do adversário e apostando na velocidade, Roberto Cavalo trocou Daniel Costa por Reis. E logo na primeira subida ao ataque, quase o primeiro gol da partida. Reis encontrou Léo Gamalho aberto pelo lado direito, só que o camisa 9 perdeu tempo e chutou prensado na defesa.

Foguinho expulso; Robson abre o placar

Quando o Criciúma parecia crescer no duelo, Foguinho fez falta, levou o segundo cartão amarelo e acabou expulso. Com um jogador a mais, os paranaenses encurralaram o Tigre no campo de defesa. As chances também apareceram com mais frequência. Rodrigão, que entrou no lugar de Igor Jesus, recebeu lançamento em profundidade e finalizou mal a jogada.

Para equilibrar o sistema defensivo, Roberto Cavalo trocou Léo Gamalho pelo zagueiro Derlan. Mas o Coxa seguiu pressionando e abriu o placar. Aos 32, Diogo Mateus cruzou com categoria e Robson apareceu livre para cabecear no canto direito, sem chance para Luiz.

O Criciúma, mesmo com um menos, até teve oportunidade para empatar em duas cabeçadas de Sandro, mas ao final do jogo lamentou a primeira derrota sob comando de Roberto Cavalo.

Ficha técnica para Coritiba 1x0 Criciúma

Competição: Campeonato Brasileiro da Série B, 28ª rodada.

Data: Sábado, dia 12 de outubro.

Local: Estádio Couto Pereira, em Curitiba (PR).

Horário: 16h30min

Público: 18.084 torcedores

Renda: R$ 193.425,80

Arbitragem: Dewson Fernando Freitas da Silva (PA) apitou o jogo auxiliado por Eduardo Gonçalves da Cruz (MS) e Bárbara Roberta da Costa Loiola (PA).

Cartão amarelo: Foguinho, Sandro, Luiz, Jean Mangabeira (CRI); Patrick, Robson (COR).

Cartão vermelho: Foguinho (CRI).

Gols: Robson (COR) (32' 1ºT).

Coritiba: Alex Muralha; Diogo Mateus, Romércio, Sabino e Patrick; Serginho (Vitor Carvalho), Juan Alano e Thiago Lopes (Luiz Henrique); Igor Jesus (Rodrigão), Robson e Rafinha.

Técnico: Jorginho

Criciúma: Luiz; Andrew, Sandro, Thales (Luquinha) e Marlon; Jean Mangabeira, Foguinho, Wesley e Daniel Costa (Reis); Vinicius e Léo Gamalho (Derlan).

Técnico: Roberto Cavalo