InternetData CenterAssinante

Criciúma empata com Brasil de Pelotas e segue na zona de rebaixamento

Jogo ocorreu na noite desta terça, no estádio Heriberto Hulse, em Criciúma
Criciúma empata com Brasil de Pelotas e segue na zona de rebaixamento
Foto: Rafaela Custódio / Portal Engeplus
Por Jessica Rosso Em 08/10/2019 às 22:27

O Criciúma não conseguiu um resultado que lhe tirasse da zona de rebaixamento. Na noite desta terça-feira, dia 8, o Tigre empatou com o Brasil de Pelotas. O placar foi de 2 a 2. A partida aconteceu no estádio Heriberto Hülse, pela 27ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro, com início às 20h30. 

A próxima partida do Criciúma é contra o Coritiba, no sábado, dia 12, às 16h30, no estádio Couto Pereira. Já o Brasil de Pelotas enfrenta o Botafogo (SP), na sexta-feira, dia 11, às 19h15, no estádio Bento Freitas.

Primeiro Tempo

A partida começou com muita velocidade em campo. Com apenas sete minutos de jogo, Vinícius abriu o placar para o Criciúma. Daniel Costa cobrou falta fechada e o atacante desviou de cabeça, tirando do alcance de Marcão. O camisa 22 fez o primeiro gol com a camisa do Criciúma. Logo na sequência, Daniel Costa bateu direto, Sandro chegou junto, a bola chegou a entrar, mas a arbitragem assinalou impedimento.

O Brasil de Pelotas respondeu numa cobrança de escanteio fechada de Ricardo Luz. A bola desviou em Bruno Aguiar e entrou. Criciúma 1 x 1 Brasil de Pelotas. Aos 21 minutos, Foguinho cruzou e Léo Gamalho subiu bonito para cabecear. A bola passou rente à trave esquerda de Marcão. O jogo seguiu e o Criciúma continuou avançando para o ataque. A empolgação ecoou pela torcida carvoeira. Só que aos 36 minutos, a torcida do Tigre se calou diante da jogada impressionante de Diogo Oliveira. Ele recebeu a bola na direita, prendeu, fintou para um lado, para o outro e não foi desarmado. Ele levantou a bola e encontrou Washington, que cabeceou tranquilo, virando o placar. Criciúma 1 x 2 Brasil de Pelotas.

Segundo Tempo

A segunda etapa da partida iniciou no mesmo ritmo. O Criciúma voltou insistindo no empate. Aos 10 minutos, o Tigre teve uma boa oportunidade. Eduardo cruzou, Ricardo Luz errou no domínio e Foguinho veio por trás tentando a finalização. Marcão travou na hora. Aos 17 minutos, Queiroz chegou com perigo na grande área do Tigre, Luiz não saiu e Thales salvou no carrinho. 

Aos 23 minutos, o juiz marcou pênalti para o Criciúma. Sandro desviou a bola de cabeça na área e sobrou para Andrew. O camisa 17 deu um tapa na frente e foi derrubado na área. Daniel Costa bateu com maestria e deixou tudo igual. Criciúma 2x2 Brasil de Pelotas.

Aos 40 minutos, Reis chutou de longe e Marcão fez bela defesa. Nos minutos finais o Criciúma tentou acelerar o jogo e o Brasil de Pelotas fez cera. Nos acréscimos, Marlon cruzou na cabeça de Andrew. Ele cabeceou pro chão e Marcão fez nova defesa. 

Criciúma 2 x 2 Brasil de Pelotas

Data/Hora: Dia 08 de outubro, terça-feira, às 20h30;

Local: Estádio Heriberto Hulse, em Criciúma.

Público: 7.229

Renda: 110.640,00

Arbitragem:  Igor Junio Benevenuto apita a partida com o auxílio de Marconi Helbert Vieira e Leonardo Henrique Pereira. A arbitragem do jogo vem de Minas Gerais. 

Cartão amarelo: Ricardo Luz (BRA) Leandro Camilo (BRA) Carlos Eduardo (CRI) Leandro Leite (BRA) Andrew (CRI) Heverton (BRA)

Cartão vermelho: Ricardo Luz (BRA)

Gols: Vinícius (CRI) Thales (BRA) Washington(BRA) Juba (BRA)

 

Ficha técnica

 

Criciúma: Luiz; Carlos Eduardo (Andrew) , Sandro, Thales e Marlon; Eduardo (Reinaldo), Wesley, Foguinho e Daniel Costa (Reis); Vinícius e Léo Gamalho.

 Técnico: Roberto Cavalo
 

Brasil de Pelotas: Marcão; Ricardo Luz, Bruno Aguiar, Leandro Camilo (Heverton), Willian Formiga e Leandro Leite;Washington, Diogo Oliveira (Pereira) e Rodrigo Alves (Ari Moura); Guilherme Queiroz e Juba. 

Técnico: Bolívar