InternetData CenterAssinante

Criciúma com o secador ligado no fim de semana

Tigre fica de olho em quatro adversários que entram em campo neste fim de semana
Criciúma com o secador ligado no fim de semana
Foto: Rafaela Custódio / Portal Engeplus / Ilustrativa
Por Rafaela Custódio Em 16/11/2019 às 10:31

Com o empate por 1 a 1 diante do campeão Bragantino nessa sexta-feira, dia 15, o Criciúma precisará passar o fim de semana de olho nos rivais e segurando a calculadora. Mesmo sem chances de ser rebaixado de forma matemática ainda na 36ª rodada, o Tigre precisa de tropeço dos adversários neste sábado para não ver as chances de permanência na Série B se reduzirem. O tricolor está em 18º, com 35 pontos, dentro da zona de rebaixamento.

A maratona carvoeira começa neste sábado, às 16h30, no Paraná. O Criciúma torce por uma derrota do Oeste, que encara o Coritiba, no Couto Pereira. O time paulista está em 15º, com 40 pontos, cinco atrás do Tigre. Mais tarde, às 19 horas, as atenções se voltam para Londrina e Botafogo (SP), no Estádio do Café. Os paranaenses estão em 17º, na zona de rebaixamento, com a mesma pontuação do tricolor catarinense, mas com vantagem no número de vitórias. Uma derrota do Tubarão será o resultado ideal aos carvoeiros.

Roberto Cavalo e seus comandados continuam de olhos abertos a dois jogos no domingo. Às 16 horas, o Vila Nova, penúltimo colocado, com 34 pontos, vai à Recife enfrentar o Sport. Os pernambucanos podem já entrar em campo com a vaga na Série A garantida caso o Coritiba tropece no Oeste. Independente disso, o Criciúma não quer uma vitória goiana, que o deixaria para trás na tabela.

O Tigre só vai desligar o secador depois da partida do Orlando Scarpelli, às 18h30, entre Figueirense e Cuiabá. O Alvinegro da capital é o primeiro time fora da zona de rebaixamento, com 38 pontos. O Criciúma torce por uma derrota do Figueira.

Os resultados deste fim de semana ajudam também o Tigre a guiar o foco para a penúltima partida da Série B - a última em casa no ano. Na terça, dia 19, às 19h15, o tricolor recebe o Paraná precisando vencer de qualquer maneira. Os carvoeiros ainda não poderão deixar a zona de rebaixamento, mas saberão o que precisam para manter as chances visando a rodada final, no dia 30.