InternetData CenterAssinante

Artilheiro do Brasil pode render bons lucros para o cofre carvoeiro

Tigre conta com 35% dos direitos econômicos do atleta, que já tem 16 gols pelo Fortaleza
Artilheiro do Brasil pode render bons lucros para o cofre carvoeiro
Foto: Fortaleza E.C
Por Thiago Hockmüller Em 05/04/2018 às 14:56

Artilheiro do Brasil, o centroavante Gustavo está vivendo no Fortaleza o seu melhor momento desde que deixou a Capital do Carvão para ser a grande contratação do Corinthians no Brasileirão de 2016. Desde então, o atleta rodou por Bahia e Goiás até reencontrar nesta temporada o caminho para as redes marcando 16 gols em 16 jogos. Além do mais, convive com a possibilidade de levantar o caneco do Campeonato Cearense neste domingo. Mas o que isso tem a ver com o Criciúma? A resposta é dinheiro. 

Em 2016, o Tigre arrecadou R$ 3 milhões com a venda para o Timão de 35% dos direitos econômicos de Gustavo. Acontece que o Criciúma ainda possuí outros 35%. Diante do bom momento do camisa 9, a diretoria carvoeira alimenta a expectativa de arrecadar um valor ainda maior do que o recebido na primeira negociação. "É um artilheiro e um ótimo investimento do clube. Ele tem potencial e está em ótima fase no Fortaleza. Acredito sim que possa receber uma boa proposta do exterior", afirma o presidente do Criciúma, Jaime Dal Farra, em entrevista exclusiva para o Portal Engeplus

Análise do bom momento 

A boa fase de Gustavo pode ser ilustrada da seguinte forma: no Tigre ele precisou de 52 jogos para marcar 18 gols, 17 deles na temporada de 2016 quando realizou 30 jogos entre Primeira Liga, Campeonato Catarinense e Série B do Brasileirão. No Corinthians ele não conseguiu superar a pressão de jogar no clube do coração e foi emprestado após passar em branco nos nove jogos que entrou em campo. Depois foi para o Bahia, onde fez apenas seis gols em 24 aparições. Por fim, em Goiânia, marcou uma vez em 12 jogos pelo Goiás.  

Já no Fortaleza, Gustagol vai às redes uma vez a cada 79 minutos, fechando, por enquanto, uma média de um gol por partida e dividindo a artilharia do Campeonato Cearense e do Brasil com Arthur, atacante do Ceará. 


FOTO: Fernando Ribeiro/Criciúma E.C

Salário alto impediu o retorno à Capital do Carvão 

Enquanto isso, o Criciúma acompanha de longe a valorização do jogador. Na verdade, tentou repatriá-lo em 2017, mas o alto salário recebido no Timão impediu a contratação. "O Gustavo tinha bastante interesse em voltar. Mas encontrou um ambiente de trabalho legal e virou ídolo da torcida. Espero que no futuro possa voltar para o Criciúma. O Corinthians quis dar rodagem para ele, tentamos trazê-lo quando estava no Goiás, ele queria vir, mas só poderíamos trazer com o salário pago. O Corinthians queria liberar pagando 50% e ficou inviável porque o salário dele é alto", explica Dal Farra. 

Gustavo recebe atualmente R$ 110 mil em um contrato, que na sua totalidade (se estende até 2021), renderá ao atleta aproximadamente R$ 8 milhões. Em junho, os vencimentos do artilheiro devem subir para R$ 130 mil.

O próximo compromisso do ex-Criciúma é o segundo Clássico-Rei que definirá o campeão Estadual - Ceará venceu o jogo de ida por 2 a 1 com Gustavo marcando para o Fortaleza. O duelo acontece às 16h, na Arena Castelão, e uma vitória simples dá o título ao Fortaleza. 

Alegria de Zé Carlos e objetivo do acesso 

O papo com o presidente do Criciúma foi além de Gustavo. Isto porquê o artilheiro Zé Carlos vive boa fase e está em paz com o torcedor. Desde o seu retorno para Criciúma, já são três gols em seis jogos.  

Para Jaime Dal Farra, Zé do Gol está focado, alegre e envolvido com o time. "Sem dúvida valeu a pena (a contratação). Ele está muito feliz, chamando e incentivando a gurizada. Me impressiona a alegria dele nos treinamentos e, claro, também é artilheiro. Atacante tem que fazer gols", pondera o presidente. 

O Criciúma volta à campo no dia 13 de abril, contra o Atlético Goianiense. As duas equipes jogam às 20h30, em Goiânia, pela primeira rodada da Série B do Campeonato Brasileiro. 

Confira outros trechos da entrevista de Jaime Dal Farra: 

Objetivo na Série B 

"A meta é o acesso. Sabemos que é muito difícil, projetamos dez times brigando por quatro vagas. Vamos lutar e buscar regularidade. Estamos motivados". 

Argel Fucks 

"Ele tem um ótimo relacionamento com o grupo, os jogadores estão jogando pelo Argel. O ambiente está muito bom". 

Situação do lateral-direito Carlos Eduardo 

"Não teve desentendimento com o Argel. Eles estão em processo de recondicionamento físico. Estão trabalhando forte e se preparando. Conversei com o Siloé e ele já perdeu quatro quilos, isto quer dizer que estava acima do peso".  

Gilson Pinheiro 

"Vem para ser o vice-presidente administrativo, para captar recursos para o clube. Estamos aceitando o apoio de pessoas que gostam do Criciúma e que vão ajudar a botar o clube no lugar que merece". 

Futebol feminino 

"Temos a parceria com a Esucri e realmente o orçamento está enxuto. Mas falta pouca coisa para equilibrar e as atletas já estão todas vinculadas ao Criciúma".