InternetData CenterAssinante

Em jogo disputadíssimo, Tubarão perde mas faz história em Curitiba

Partida teve gols até os minutos finais
Em jogo disputadíssimo, Tubarão perde mas faz história em Curitiba
Foto: SporTV
Por Amanda Garcia Ludwig Em 21/02/2018 às 21:46

A torcida do Tubarão passou por muitos momentos de emoção na noite desta quarta-feira. A equipe do Sul de Santa Catarina enfrentou o Atlético-PR na Arena da Baixada, em Curitiba, em um show recheado de gols: foram nove vezes que a bola balançou a rede na capital paranaense. O resultado não foi positivo para o Tubarão. A partida terminou em 5 a 4 para o Atlético-PR, mas ninguém pode dizer que o Peixe não lutou até o fim, já que o jogo teve gols até os momentos finais.

O primeiro tempo foi de 0 a 0 nos gramados da Arena, e algo nos vestiários mexeu com os jogadores. Na volta ao campo para a segunda etapa é que a emoção começou. O placar foi aberto aos 6 minutos de segundo tempo, com gol Bergson, do Atlético.

Quatro minutos depois, o Tubarão empatou pela primeira vez, com gol de Matheus Barbosa. Ele recebeu dentro da área e mandou uma cabeçada para marcar. Aos 18 minutos de partida, Batista aumentou para o Peixe. Matheus Rossetto, do Atlético, não quis ficar pra trás, e garantiu sua participação no jogo histórico, empatando pela segunda vez aos 24.

Com gol de pênalti, Guilherme aumentou para o Atlético. Ele fez a clássica paradinha e enganou o goleirão do Tubarão aos 31 minutos. Dois minutos depois, no entanto, Lucas Costa empatou novamente para o Tubarão, de cabeça, no fundo da rede.

O quarto gol do Tubarão veio aos 39 minutos de jogo. A virada aconteceu quando Daniel Costa recebeu na área e não perdeu a chance de marcar. Quando o torcedor começava a ficar aliviado, o Atlético empatou novamente com Thiago Heleno, que fez de cabeça aos 45 minutos da segunda etapa.

O time da casa aproveitou os cinco minutos de acréscimo para fugir dos pênaltis. Aos 47 minutos, Felipe Gedoz virou a partida pela última vez e garantiu a classificação do Furacão na Copa do Brasil, tirando a chance do Peixe.

Ficha técnica: Atlético-PR 5 x 4 Tubarão

Local: Arena da Baixada, em Curitiba

Cartão amarelo: Paulo André, Bergson (CAP)

Gols: Bergson, aos 6'2T; Matheus Barbosa, aos 10'2T; Batista, aos 18'2T; Matheus Rossetto, aos 24'2T; Guilherme, aos 31'2T; Lucas Costa, aos 33'2T; Daniel Costa, aos 39'2T; Thiago Heleno, aos 45'2T; Felipe Gedoz, aos 47'2T

 

Atlético-PR

Santos, Wanderson (Lucho González), Paulo André, Thiago Heleno, Jonathan, Matheus Rossetto (Felipe Gedoz), Raphael Veiga, Nikão, Guilherme, Thiago Carleto, Ribamar (Bergson)

Técnico: Fernando Diniz

 

Tubarão

Belliato, Marcos Vinícius (Romarinho), Jailton, Petterson (Lucas Costa), Jean, Matheus Barbosa, Everton Dias, Guilherme Amorim, Daniel Costa, Nikolas Farias, Batista (David Batista)

Técnico: Waguinho Dias

Leia mais sobre:
Anúncio