InternetData CenterAssinante

Quando o Craque UNQ rende bons frutos

Quando o Craque UNQ rende bons frutos
Foto: Marcelo De Bona
Por Denis Luciano Em 30/11/2017 às 20:31

O Bernardo é um menino que aparenta saúde. Uma típica criança, com seus agitos, chora de vez em quando, normal, e pula e brinca. Mas ele carrega uma síndrome, evidenciada desde pouco depois dos três anos. Hoje com cinco, o filho da Ana Maria e do Rodrigo é um dos alvos da Associação Sanfilippo Brasil. A missão do grupo é buscar recursos para fomentar as pesquisas em busca do tratamento e cura da síndrome degenerativa de Sanfilippo.

“Os R$ 10 mil recebidos aqui são a maior contribuição que as campanhas da Associação Sanfilippo Brasil já alcançaram esse ano”, comemorou Rodrigo Castelan Carlson, pai do Bernardo e um dos diretores da associação. “E são pesquisas caras, que precisam de recursos para se desenvolver”, observou.

Os R$ 10 mil citados por Rodrigo são o prêmio de primeiro lugar da promoção Craque UNQ, que a UNQ Import Export promoveu ao longo de 2017 envolvendo os jogos do Criciúma, atletas do Tigre, equipe especializada para análise e votos nos jogos, internautas e entidades. “Estamos tão felizes com o resultado que esperamos ir adiante, ampliando parcerias em 2018”, anunciou o diretor executivo da UNQ, Marcelo Raupp, no ato de entrega dos cheques aos premiados nesta quarta-feira.

Bernardo e seu irmãozinho, mais os pais Ana e Rodrigo, receberam os R$ 10 mil dos diretores da UNQ e do goleiro Luiz, o Craque UNQ mais votado em toda a campanha e que prestigiou o ato realizado na Don Pettine Barbearia Club, na avenida Santos Dumont. “São campanhas assim que fazem a diferença, esse pessoal todo está de parabéns”, elogiou o camisa 1 do Criciúma. Os dois meninos receberam da UNQ camisas do Tigre entregues por Luiz. Vibraram bastante e de pronto as vestiram e colheram autógrafos.

Fórmula que deu certo

A promoção veio desde o Campeonato Catarinense. Em cada jogo do Criciúma foram eleitos os melhores em campo pelo público, via Facebook, e por uma equipe de especialistas, e cada eleito representava um voto para uma entidade associada a este jogador, conforme listas prévias. “Conferimos o resultado com o empenho de todos, o conhecimento maior das instituições e, claro, a diferença que esses recursos vão fazer para os premiados”, comentou o também diretor da UNQ, Renato Barata.

Além da Associação Sanfilippo, que terminou a promoção com 38 pontos, foram premiados o Projeto Show de Bola com 16 pontos e R$ 2 mil, AMA e Bairro da Juventude igualados com 10 pontos e cada com recebendo R$ 800. Estiveram na promoção, ainda, a Associação Vida Ativa São José e o projeto Pé na Bola, Cabeça na Escola.

“Fomos pedir à UNQ uma ajuda para o projeto Praia Acessível no começo do ano e eles não só deram apoio como colocaram a gente ao lado dessa iniciativa tão legal do Craque UNQ. Estamos muito felizes pelo reconhecimento e pelo retorno”, comentou a diretora de projetos da AMA, Estefânia Borges. “Trabalhamos para o público, e esse reconhecimento nos dá ainda mais energia para continuar”, arrematou o diretor do Show de Bola, o segundo colocado, Juarez de Jesus. Confira mais detalhes clicando aqui.