navegue nos blocos da capa

Esportes

Copa da Primeira Liga

Defesa vacila e Tigre perde para o Brasil de Pelotas

Time carvoeiro jogou bem, mas pagou caro devido a falhas individuais

14
FEV
2017
| 23h29
23h29
Marcelo De Bona
Jornalista | Portal Engeplus
Escreva para a redação referente a esta matéria
Enviar mensagem

Este contato será envido de modo restrito para o jornalista.
Contribua com a matéria
Dúvidas, sugestões ou contribuições
Carlos Insaurriaga / Brasil de Pelotas

O Criciúma está eliminado da Copa da Primeira Liga. Jogando com um time alternativo, o Tigre surpreendeu e deixou uma boa impressão, mas acabou pagando caro por duas falhas individuais e perdeu para o Brasil de Pelotas, por 2 a 1. A partida foi disputada na noite desta terça-feira, no estádio Bento Freitas.

Com a segunda derrota em dois jogos disputados, o Criciúma não tem mais chance de avançar para a segunda fase da Copa da Primeira Liga. No dia 23 de fevereiro, às 21h30min, o Tigre recebe o Internacional no estádio Heriberto Hülse, no jogo de despedida da competição. O Inter é o líder do grupo A, com 6 pontos. Fluminense e Brasil, que se enfrentam no fechamento da 3ª rodada, aparecem dividindo a vice-liderança, com 3 pontos. O Tigre é o lanterna, sem nenhum ponto. Os dois primeiros da chave avançam para as quartas de finais.

O jogo

Apesar de atuar com um time novo e fora de casa, o Tigre demonstrou um bom futebol e comandou as ações na etapa inicial. As melhores investidas ao ataque do Criciúma foram pelo lado direito, com o lateral Carlos Eduardo. Aos 25, na melhor jogada do camisa 2, Carlos Eduardo cruzou da direita, Hélio Paraíba cabeceou, a bola desviou na zaga, e passou ao lado da trave.

Aos 30, Carlos Eduardo, que vinha sendo um dos destaques do jogo, foi tentar cortar um levantamento feito de longe na área e escorou com perfeição para Gustavo Papa. O experiente atacante, que havia entrado em campo após lesão de Bruno Lopes, não desperdiçou a oportunidade e chutou para a rede. No minuto seguinte, em falha do Brasil, o Criciúma teve a chance de igualar o placar. Leandro Leite furou e a bola sobrou limpa para Hélio Paraíba, de frente com o goleiro, mas o atacante desperdiçou a ótima chance e chutou em cima do camisa 1.

Aos 40, Bessa arriscou de longe e mandou uma bomba rente ao poste esquerdo. No entanto, em nova falha do time carvoeiro, o time da casa ampliou a vantagem. Aos 41, Tiago Silva cruzou da direita, Lucas foi interceptar de cabeça e mandou para o meio da área. A bola foi novamente para Gustavo Papa, que só teve o trabalho de testar para a rede. No último lance da primeira etapa, em cobrança de falta, Eduardo levantou a bola na segunda trave e Kalil mandou de cabeça no travessão.  

No início da segunda etapa, o Tigre teve outra boa oportunidade de balançar a rede. Aos 10, a bola foi cruzada na área, Kalil errou o cabeceio e a bola sobrou para Hélio Paraíba, na frente da trave, mas o atacante errou o alvo e chutou longe. Dez minutos mais tarde, Tiago Silva cruzou e a bola foi afastada pela zaga do Criciúma embaixo da trave, evitando o gol de Leandro Camilo.

Aos 24, em contra-ataque, Jean Silva partiu em velocidade e perdeu a chance de ampliar a vantagem do Brasil de Pelotas. Aos 38, após rebote, a bola sobrou para Lucas, que mesmo recebendo uma entrada de sola, chutou forte e mandou para a rede. Porém, o árbitro anotou falta e anulou o gol. Carlos Eduardo, que havia falhado no primeiro gol, foi para a cobrança e mandou no ângulo, diminuindo o placar.

Ficha técnica: Brasil de Pelotas 2 x 1 Criciúma

Local: Estádio Bento Freitas, em Pelotas (RS)
Data: Nesta terça-feira, dia 14
Horário: 21h30min
Arbitragem: Felipe Fernandes Lima (MG), auxiliado por Márcio Eustáquio Santiago (MG) e Marcus Vinícius Gomes (MG)
Cartões amarelos: Galiardo, Leandro Leite, Renan Oliveira e Evaldo (Brasil de Pelotas); Eduardo, Chico e Hélio Paraíba (Criciúma)
Gols: Gustavo Papa, aos 30’ e aos 41’ do 1º T (Brasil de Pelotas); Carlos Eduardo, aos 41’ do 2ºT (Criciúma)

Brasil de Pelotas
Carlos Eduardo; Wender, Evaldo, Leandro Camilo e Tiago Silva; Leandro Leite, Juninho (João Afonso), Galiardo e Aloísio (Renan Oliveira); Bruno Lopes (Gustavo Papa) e Jean Silva
Técnico: Rogério Zimmermann

Criciúma
Eduardo; Carlos Eduardo, Nino, Ianson e Chico (Nathan); Bessa, Lucas e Eduardo de Biasi (Flávio); Matheus (Alan), Hélio Paraíba e Kalil
Técnico: Raphael Bahia

Leia mais sobre:
Fala Leitor
Se você possui uma sugestão de pauta, artigo ou um fato que deseja noticiar, entre em contato conosco pelo Fala Leitor.
imagens recentes no Portal
Geninho, Cavalo, Jorginho e Dado na lista do TigreCaravaggio e Metro na frente nas semifinaisSantos Dumont na lista da usina de asfaltoMais um título para o vôlei de base de ForquilhinhaGovernador encerra congresso de despachantes em CriciúmaHSJ ganha reforço de doze leitos em dezembro