InternetData CenterAssinante

Próspera projeta retorno ao futebol profissional

Prestes a completar 70 anos, clube pretende disputar o Campeonato Catarinense
Próspera projeta retorno ao futebol profissional
Foto: Marcelo de Bona
Por Marcelo De Bona Em 24/02/2016 às 12:12

Prestes a completar 70 anos, o Esporte Clube Próspera está próximo de regressar ao futebol profissional. Fundado em 29 de março de 1946, recentemente o Time da Raça alterou o seu estatuto com o objetivo de se adequar as exigências da CBF para se tornar um clube-empresa e voltar a disputar o Estadual.

Licenciado da Federação Catarinense de Futebol (FCF), o Próspera já tem um acerto alinhavado com a entidade que comanda o futebol em Santa Catarina para parcelar uma dívida de cerca de R$ 60 mil, referente a pendências de taxas, arbitragem e anuidade. O próximo passo para voltar a disputar o Estadual será a presença no Conselho Técnico da Série C do Campeonato Catarinense.

A reunião está agendada para a próxima terça-feira, dia 1º de março, às 16 horas, na sede da FCF, em Balneário Camboriú. No encontro, serão encaminhados os clubes participantes e a fórmula de disputa da competição, que deve ser disputada no segundo semestre.

Também neste mês de março será dado início efetivo a montagem do elenco de jogadores do Time da Raça para a temporada 2016. “Estou há um ano e meio como presidente. Meu sonho está se realizando. O Próspera é uma marca forte e hoje tomou um outro rumo. Somos um clube formador. Já temos cerca de dez jogadores Sub-18, oriundos da nossa escolinha, que são de extrema qualidade. Vamos garimpar mais alguns na região e contar com jogadores indicados por nossos parceiros”, informa o presidente do Próspera, Dorval Arriola Rodrigues.

Nova diretoria

Dorval Arriola Rodrigues, que assumiu oficialmente a presidência do Próspera em julho de 2014, tem agora como vice-presidente Ruddy Flores, técnico de futebol natural de Uruguaiana (RS), mesma cidade natal de Arriola. A dupla já trabalhou junta na comissão técnica do Osasco (SP).

O Conselho Fiscal efetivo é formado por Marcelinho, ex-jogador do Próspera e destaque na equipe campeã da Série B do Catarinense em 2005; Elisandro Mattos, o Nicondo, ex-funcionário das categorias de base do clube; e Walter Gama, natural de Rio Claro (SP) e auxiliar de Renê Simões na Seleção da Jamaica de 1994 a 1998.

Já a diretoria executiva terá o comentarista esportivo José Carlos Vieira, o China, como diretor comercial e de futebol.

“Estamos acordando o gigante que estava adormecido", diz China.

 


"Estamos acordando o gigante que estava adormecido. Estamos largando do zero e precisamos de parceiros. Nossa intenção é ser um clube formador e disputar a Série C do Catarinense. Vamos buscar um patrocinador máster forte, e recursos com divulgação nas placas de publicidade e no muro do estádio. No momento, não vamos ter condições de pagar salário para os atletas. Como a nossa proposta é ser um clube formador, o Próspera será uma vitrine para muitos jogadores que serão colocados aqui”, destaca China.

Os demais membros da diretoria são: Valter Norberto Bongiolo, o Daré, diretor de patrimônio histórico; Robson Izidro, diretor administrativo; e Jorge Luiz de Souza Batista, diretor de patrimônio.

Nos próximos dias, o clube pretende preencher os cargos que ainda estão vagos: diretor de marketing, diretor jurídico e diretor das categorias de base. Em seguida, será formada a comissão técnica e o time, composto por jovens promessas do futebol, com idade Sub-20.
 

Celso Tadeu MenezesCelso Tadeu Menezes

Um dos principais entusiastas do Próspera, Celso Tadeu Menezes, ex-presidente do clube e do conselho deliberativo, também está engajado nesta nova fase do Time da Raça.  Atualmente, o médico ocupa o cargo de conselheiro fiscal suplente.

No entanto, Menezes trabalhará ao lado de China na diretoria de futebol e no departamento comercial do Próspera.

 

Revitalização

Desde 2014, quando Dorval Arriola assumiu a presidência, o estádio Mário Balsini passa por uma revitalização. A reforma na estrutura física é uma das prioridades do clube, para que o Time da Raça possa receber os jogos da Série C do Catarinense, além de oferecer as condições básicas para os jovens atletas desenvolverem o seu futebol.

“A restauração de cerca de 70% da estrutura física do estádio já está pronta. Falta ainda mexermos no vestiário, nos banheiros, e algumas poucas coisas na arquibancada”, informa o diretor de patrimônio, Jorge Luiz de Souza Batista.

O Próspera ainda tem a promessa de que nos próximos meses será, finalmente, instalada a iluminação do estádio Mário Balsini, além de um gramado sintético no campo de futebol suíço do clube. As benfeitorias fazem parte de uma contrapartida da prefeitura de Criciúma, em virtude de o Próspera ter cedido uma área de mais de 7 mil m², em frente ao portão principal do estádio, para a construção da Delegacia da Polícia Federal.   

Comemoração aos 70 anos do Próspera

Em comemoração aos 70 anos do clube, o Próspera pretende realizar uma série de eventos. Dentre eles, já estão sendo programados jogos festivos, torneios Sub-20 e a 2ª edição da Taça Alexandre Pandóssio de futebol máster.

“Também pretendemos disputar vários amistosos. Vamos tentar agendar jogos com o Criciúma, Figueirense, Avaí, Hercílio Luz, enfim, vários clubes. Estamos pensando na Série C, mas enquanto o campeonato não chega vamos jogar amistosos”, comenta o diretor de futebol, China.