InternetData CenterAssinante

“Mineirazo”: Irreconhecível, Brasil dá vexame e é atropelado pela Alemanha

Equipe comandada por Luiz Felipe Scolari sofreu apagão e foi goleada por 7 a 1
“Mineirazo”: Irreconhecível, Brasil dá vexame e é atropelado pela Alemanha
Foto: Jefferson Bernardes/VIPCOMM
Por Marcelo de Bona Em 08/07/2014 às 18:50

Chegou ao fim o sonho do hexacampeonato da Seleção Brasileira. Em uma partida irreconhecível, o Brasil sofreu um verdadeiro apagão nesta terça-feira, no estádio Mineirão, em Belo Horizonte, e foi goleado pela Alemanha, por 7 a 1. Com a derrota histórica, o time comandado por Luiz Felipe Scolari lutará agora pela conquista do terceiro lugar na Copa do Mundo.

O Brasil começou melhor e chegou a animar a torcida verde amarela nos primeiros minutos de partida. Entretanto, a história do jogo mudou, e muito, depois dos 10 minutos. Após falha na marcação da defesa brasileira na cobrança de escanteio Kroos, Müller apareceu livre na segunda trave e empurrou para o fundo do gol abrindo o caminho para a goleada da Alemanha. Aos 22, Kroos deu bom passe para Klose, o atacante ficou de frente com Julio Cesar que salvou o Brasil no primeiro lance, mas que nada pôde fazer no rebote. O terceiro gol surgiu no lance seguinte, Lahm cruzou da direita, e a bola sobrou para Kroos bater firme no canto direito de Julio Cesar e balançar a rede, aos 24.

Um minuto depois, Fernandinho marcou bobeira e Khedira tocou para Kroos marcar o seu segundo gol na partida e o quarto da Alemanha. Aos 28, Khedira roubou a bola na intermediária, tabelou com Ozil, e chutou no canto direito da meta defendida por Julio Cesar.

Buscando minimizar o vexame e melhorar um pouco a qualidade do futebol da sua equipe, Felipão promoveu alterações no intervalo, e voltou para a etapa final com Paulinho no lugar de Fernandinho e com Ramires na vaga de Hulk. As mudanças surtiram efeito e, auxiliado pelo time alemão que diminuiu o ritmo, a Seleção Brasileira ficou próxima de conseguir balançar a rede da Alemanha. Aos 6, Ramires deu bom passe para Oscar, que perdeu grande chance. No minuto seguinte, Ramires serviu Paulinho, que chutou em cima do goleiro Neuer. No entanto, mais uma vez, o time não conseguiu manter o ritmo e acabou sofrendo mais gols. Aos 23, Lahm recebeu livre na área e tocou para Schürrle mandar para o fundo do gol. Dez minutos mais tarde, Schürrle voltou a balançar a rede brasileira. O atacante recebeu a bola dentro da área e chutou forte no ângulo decretando a goleada histórica. Nos minutos finais, a torcida brasileira presente no Mineirão mostrou o seu descontentamento com a Seleção Brasileira e começou a entoar gritos de “olé”. Antes do apito final, Oscar ainda marcou o gol de honra brasileiro, aos 45 minutos.

No próximo sábado, às 17 horas, o Brasil enfrenta o perdedor de Argentina e Holanda na decisão do terceiro lugar. A partida será disputada no estádio Mané Garrincha, em Brasília (DF).

Ficha técnica: Brasil 1 x 7 Alemanha

Local: Estádio Mineirão, em Belo Horizonte (MG)
Arbitragem: Marco Rodriguez (México), auxiliado por Marvin Torrentera (México) e Marcos Quintero (México)

Cartão amarelo: Dante (Brasil)

Gols: Müller, aos 10’, Klose, aos 22’, Kroos, aos 24’ e 25’, Khedira, aos 28’ do 1ºT, Schürrle aos 23’ e aos 33’ do 2ºT (Alemanha); Oscar, aos 45’ do 2ºT (Brasil)

Julio Cesar, Maicon, David Luiz, Dante e Marcelo; Luiz Gustavo, Fernandinho (Paulinho) e Oscar; Hulk (Ramires), Bernard e Fred (Willian)
Técnico: Luiz Felipe Scolari

Alemanha

Neuer; Lahm, Boateng, Hummels e Höwedes (Mertesacker); Khedira (Draxler), Schweinsteiger e Kroos; Müller, Klose (Schürrle) e Özil
Técnico: Joachim Löw