InternetData CenterAssinante

Mãos à obra: Sob nova direção, Próspera começa a se reerguer

Meta de novo dirigente passa por reformulação das categorias de base e retorno ao futebol profissional em 2015
Mãos à obra: Sob nova direção, Próspera começa a se reerguer
Foto: Marcelo de Bona
Por Marcelo de Bona Em 12/07/2014 às 23:28

O Esporte Clube Próspera tem um novo presidente. Eleito nesta semana por aclamação do conselho deliberativo, Dorval Arriola Rodrigues assumiu o comando do Time da Raça e tem como principal objetivo atingir duas metas: reformular as categorias de base e recolocar o time no futebol profissional.

Para isso, o primeiro passo já está sendo dado. Diferente do Criciúma Esporte Clube, o “primo rico” do bairro Comerciário, no Próspera os recursos são escassos e, em meio a contatos pelo telefone celular com o mercado da bola, o presidente do clube põe a mão na massa, literalmente, para executar a repaginação do estádio Mário Balsini e deixá-lo apto a voltar a ser o palco de jogos oficiais, o que não acontece desde 2011.

“Estamos iniciando a reforma pela parte pensante, que é a área administrativa. Também vamos repaginar o estádio, o restaurante, estamos construindo um expositor para os troféus, ainda vamos instalar telefone, internet. Hoje temos cerca de 70 meninos matriculados aqui. Vamos melhorar as condições da escolinha em 100%. Uma estrutura deste tamanho não dá para admitir que não ofereça as condições ideais aos atletas, desde material esportivo, bola, uniforme, até os professores. Vou ajudar o Paulo Serrano (professor da escolinha há mais de 20 anos) dentro de campo, junto com um preparador de goleiro que vai ser contratado”, explica Arriola.

“Mas claro que o nosso objetivo maior, a nossa cachaça, é o futebol profissional, que é o coração de um clube. Estou contando as horas para ver o nosso time em campo. Dentro do nosso planejamento, posso afirmar que já estamos na Série C do Campeonato Catarinense e da Copa Santa Catarina de 2015. Só não vamos participar neste ano porque a tabela da Série C já está fechada e terá início no próximo mês”, pontua o novo gestor do Próspera.

Para alavancar o Próspera, Dorval está montando uma parceria com uma empresa gaúcha. “Estamos em negociação adiantada com uma empresa de eventos e que é ligada ao esporte. Ela vai nos ajudar com as categorias de base, mas visando o profissional. Eles manifestaram o interesse e devem viabilizar a construção de um Centro de Treinamento, que seria um campo de grama sintética em frente ao estádio. Logo em seguida, também pretendemos fazer um campo de areia”, informa.  

Ainda como parte da parceria, cerca de seis jovens atletas, formados nas categorias de base do futebol gaúcho, devem chegar em breve ao estádio Mário Balsini para formar a espinha dorsal do futuro time do Próspera.

Finanças do Próspera

Atualmente, o Time da Raça acumula uma dívida de cerca de R$ 300 mil. A maior parte deste débito é referente a dividas fiscais, com a federação e trabalhistas. Para começar a negociar com os credores, a direção do Próspera pretende organizar em, no máximo 90 dias, alguns eventos.

““Esses eventos são para começar a zerar a nossa dívida. Um deles é a vinda da Seleção Brasileira de Master, a negociação está bastante adiantada e já existe uma logística. Existem uns três grupos de jogadores veteranos que se apresentam pelo Brasil. Esse pessoal que está encaminhado para vir jogar no campo do Próspera é lá de Campinas. Esse time é coordenado pelo Careca e o Zenon. Além deles, também jogam: Viola, Serginho Chulapa, Dinei, Gil Baiano, Paulo Isidoro, Biro-Biro, entre outros. Depende apenas de terminarmos a reforma no estádio para termos condições de receber esse jogo”, revela o dirigente.

“Esse jogo era para ter acontecido no final de 2012, chegamos a organizar um combinado entre ex-jogadores do Próspera e do Criciúma para enfrentar a Seleção Brasileira. Na época, estariam formando esse time: Alexandre Pandóssio, Sarandi, Alexandre Lopes, Itá, Silvio Laguna, Áureo, Sandrini, Paulo Serrano e mais um pessoal que está aqui na região”, completa Arriola.

Além do jogo festivo com a Seleção Brasileira, também está sendo encaminhado uma feijoada, ou um costelaço do Próspera. “Como ingresso seria uma camiseta, mas não aquelas normalmente feitas para esse tipo de evento. Mas sim, a camisa oficial do Próspera. Também temos a intenção de trazer alguns shows”, conta o presidente. “Nosso planejamento é simples, não é de milhões, com R$ 50 mil já começaremos a andar com as nossas pernas”.

Trajetória de Arriola no futebol

Natural de Uruguaiana (RS), Dorval Arriola Rodrigues, tem 50 anos e deu seus primeiros passos no futebol ainda no Rio Grande do Sul. Em seguida, ainda garoto, passou a defender o Juventus, da Rua Javari, no bairro da Mooca, onde conquistou o título da Taça São Paulo de 1985. Depois de passar por times de pouca expressão, Arriola veio parar em Tubarão, em 1993, onde defendeu o Ferroviário e fixou residência por sete anos. “Profissionalmente eu não deslanchei, mas vivo dentro do mundo do futebol 24 horas”, ressalta Dorval.

Em 2002, Durval montou o primeiro campo de futebol society de grama sintética de Criciúma. “Na época era novidade, e como era um investimento relacionado ao futebol, e o Criciúma estava na Série A do Brasileiro na época, resolvi colocar meus recursos aqui. Era o Point Ball Futebol Society. No dia da inauguração promovi um quadrangular e fui bater na porta do Próspera para perguntar se tinham um time de veterano, depois desse meu primeiro contato passei a integrar o time master do Próspera. No ano seguinte fui treinador do time júnior. Depois fiz o curso de treinador e girei por alguns clubes do Brasil. Tive uma experiência interessante em 2004, como técnico do Esporte Clube Uruguaina, na Segunda Divisão do Campeonato Gaúcho”, recorda.

Antes de assumir a gestão do Próspera, Arriola ainda exerceu a função de diretor financeiro do Time da Raça, entre 2010 e 2014, quando Cledonir Machado era  o presidente do Time da Raça.

Confira abaixo os integrantes da nova diretoria do Próspera:

Presidente: Dorval Arriola Rodrigues

Vice-presidentes: Moisés Goulart e Almir Nascimento

Vice-presidente administrativo: Pedro Alex Padilha

Vice-presidente financeiro: Camila Lucena Rodrigues

Ex-presidente do Esporte Clube Próspera, Celso Tadeu de Menezes é o presidente do conselho deliberativo do Time da Raça.