Esporte Amador

Siderópolis

Atletas dos projetos sociais são avaliados por equipes profissionais

Os projetos Sociais de Siderópolis oferecem atividades para cerca de 800 crianças

12
FEV
2018
| 10h30
10h30
Redação Engeplus
Jornalista | Portal Engeplus
Escreva para a redação referente a esta matéria
Enviar mensagem

Este contato será envido de modo restrito para o jornalista.
Contribua com a matéria
Dúvidas, sugestões ou contribuições

Os projetos sociais esportivos e culturais de Siderópolis têm o objetivo de oferecer um espaço de entretenimento, contraturno escolar e cidadania a crianças, jovens, adultos e terceira idade. O foco das escolinhas não é formar atletas de auto rendimento, mas nos treinamentos e nas competições surgem oportunidades de destaque e até profissionalização. O futsal é um dos exemplos mais concretos dessa possibilidade, tanto que na próxima semana três atletas serão avaliados pela equipe de Guarapuava, do Paraná e um quarto integrante da modalidade já está em São Miguel do Oeste com avaliações na equipe Jonigol. 

João Vitor Porfírio, o Biro, de 17 anos; Vanderson Borges, 16 anos, e Jonatha Rufino, o Jô, de 17 anos, serão acompanhados pela coordenação de esportes e se apresentarão no Paraná nesta segunda-feira, dia 12. O clube de Futsal Guarapuava disputou a Liga Nacional em 2017 e esse ano vai estar no Campeonato Paranaense Série Ouro e tem categorias sub 20 e sub 18. O técnico da equipe é Antônio Vaz, o Foca, muito conhecido na modalidade. “O técnico é nosso amigo e vai avaliar os atletas por uma semana. Os meninos são excelentes jogadores. O Biro já jogou em São Miguel do Oeste, o Vanderson foi campeão pela LUD e o Jô foi bicampeão da LAC. Estamos tão ou mais ansiosos que eles”, destacou o treinador da equipe de futsal de Siderópolis Nelson Carminio Michel, o Nelsinho.  

Em São Miguel do Oeste quem está em avaliação é o atleta Breno de Souza, de 15 anos. A equipe possui categorias de base e disputa o Campeonato Catarinense de Futsal. “Assim como no futsal, outros estudantes de nossas escolinhas podem se destacar e quem sabe se profissionalizar. Nosso foco não é o auto rendimento, mas estamos de olho em nossos talentos”, enfatizou o coordenador de esportes, Vinicus Zen Pereira. 

Os projetos Sociais de Siderópolis oferecem atividades para cerca de 800 crianças, jovens, adultos e terceira idade, tanto no esporte quanto na área cultural. “Os projetos sociais se destacam e Siderópolis vislumbra um futuro muito melhor para nossa população. Cada vez mais encantado e comprometido com a manutenção e ampliação dessas atividades”, afirmou o prefeito Hélio Cesa.

Colaboração: Simone Costa / Prefeitura Siderópolis

Leia mais sobre: siderópolis, atletas
Fala Leitor
Se você possui uma sugestão de pauta, artigo ou um fato que deseja noticiar, entre em contato conosco pelo Fala Leitor.
imagens recentes no Portal
“Eu era um líder fortíssimo em Criciúma, mas houve ausência física”, diz Eduardo MoreiraCriciúma representa Estado em projeto nacional de modaConheça as etapas da importação dentro do portoFNDE realiza vistoria na Escola Rosalino de NezGiovanna Amboni é a Musa 2018 da Sociedade Recreativa MampitubaAniversariantes neste dia 22/02