Esporte Amador

Siderópolis

Atletas dos projetos sociais são avaliados por equipes profissionais

Os projetos Sociais de Siderópolis oferecem atividades para cerca de 800 crianças

12
FEV
2018
| 10h30
10h30
Redação Engeplus
Jornalista | Portal Engeplus
Escreva para a redação referente a esta matéria
Enviar mensagem

Este contato será envido de modo restrito para o jornalista.
Contribua com a matéria
Dúvidas, sugestões ou contribuições

Os projetos sociais esportivos e culturais de Siderópolis têm o objetivo de oferecer um espaço de entretenimento, contraturno escolar e cidadania a crianças, jovens, adultos e terceira idade. O foco das escolinhas não é formar atletas de auto rendimento, mas nos treinamentos e nas competições surgem oportunidades de destaque e até profissionalização. O futsal é um dos exemplos mais concretos dessa possibilidade, tanto que na próxima semana três atletas serão avaliados pela equipe de Guarapuava, do Paraná e um quarto integrante da modalidade já está em São Miguel do Oeste com avaliações na equipe Jonigol. 

João Vitor Porfírio, o Biro, de 17 anos; Vanderson Borges, 16 anos, e Jonatha Rufino, o Jô, de 17 anos, serão acompanhados pela coordenação de esportes e se apresentarão no Paraná nesta segunda-feira, dia 12. O clube de Futsal Guarapuava disputou a Liga Nacional em 2017 e esse ano vai estar no Campeonato Paranaense Série Ouro e tem categorias sub 20 e sub 18. O técnico da equipe é Antônio Vaz, o Foca, muito conhecido na modalidade. “O técnico é nosso amigo e vai avaliar os atletas por uma semana. Os meninos são excelentes jogadores. O Biro já jogou em São Miguel do Oeste, o Vanderson foi campeão pela LUD e o Jô foi bicampeão da LAC. Estamos tão ou mais ansiosos que eles”, destacou o treinador da equipe de futsal de Siderópolis Nelson Carminio Michel, o Nelsinho.  

Em São Miguel do Oeste quem está em avaliação é o atleta Breno de Souza, de 15 anos. A equipe possui categorias de base e disputa o Campeonato Catarinense de Futsal. “Assim como no futsal, outros estudantes de nossas escolinhas podem se destacar e quem sabe se profissionalizar. Nosso foco não é o auto rendimento, mas estamos de olho em nossos talentos”, enfatizou o coordenador de esportes, Vinicus Zen Pereira. 

Os projetos Sociais de Siderópolis oferecem atividades para cerca de 800 crianças, jovens, adultos e terceira idade, tanto no esporte quanto na área cultural. “Os projetos sociais se destacam e Siderópolis vislumbra um futuro muito melhor para nossa população. Cada vez mais encantado e comprometido com a manutenção e ampliação dessas atividades”, afirmou o prefeito Hélio Cesa.

Colaboração: Simone Costa / Prefeitura Siderópolis

Leia mais sobre: siderópolis, atletas
Fala Leitor
Se você possui uma sugestão de pauta, artigo ou um fato que deseja noticiar, entre em contato conosco pelo Fala Leitor.
imagens recentes no Portal
PROCURA-SEHorários de ônibus são alterados para prolongar atendimento à populaçãoManifestantes trancam Avenida Centenário, em CriciúmaPara economista, redução de impostos pode alavancar Reforma da Previdência Nações Shopping apresenta Exposição Internacional DragõesProtestos no Sul causam desabastecimento