navegue nos blocos da capa

Esporte Amador

Tubarão

Corrida do Bem reúne mais de 500 participantes

17
JUL
2017
| 11h49
11h49
Redação Engeplus
Jornalista | Portal Engeplus
Escreva para a redação referente a esta matéria
Enviar mensagem

Este contato será envido de modo restrito para o jornalista.
Contribua com a matéria
Dúvidas, sugestões ou contribuições

A manhã ensolarada do último domingo em Tubarão reuniu 552 competidores na Corrida do Bem, evento promovido pelo Sesi, entidade da Fiesc. A iniciativa, que contou também com a participação de 65 crianças na maratoninha, teve parte do valor das inscrições revertida para a Fundação Educacional Joana de Angelis. A Corrida pretende estimular, além da adoção de hábitos saudáveis e o contato entre os atletas, fazer o bem por meio da prática do voluntariado.

Autoestima e qualidade de vida

Foram disputadas as categorias industriário e comunidade, nos naipes masculino e feminino, com provas de 5 e 10 quilômetros. Leonardo de Godoi dos Reis, de 26 anos, participou da prova de cinco quilômetros. Ele compete na modalidade há três anos e orienta outros aletas de um grupo de corrida em Tubarão. “Além de ter melhorado minha autoestima e qualidade de vida, correr garante ainda uma melhor socialização e integração comunitária”, disse.

Já o empresário José Nandi, de 62 anos, conta que começou a correr após indicação médica, quando tinha 37 anos. Ele lembra que em quatro meses eliminou 20 quilos, ao diminuir de 112 para 92 quilos. Atualmente, contabiliza a participação em 50 provas, entre elas, duas maratonas (de 42 km) e dez meias maratonas (de 21 km). O empresário ficou em terceiro lugar na prova deste domingo na categoria 60/64 anos e enalteceu que o evento do SESI é um dos que mais gosta de participar. “Faço questão de correr sempre esta prova, não apenas aqui em Tubarão, pois o evento também tem finalidade de ajudar as pessoas”, reforça.

A professora da rede estadual Cristiane Faustino, de 42 anos, relata que a corrida mudou a sua vida e de boa parte da família. Vencedora na categoria 40/49 anos, revela que além de ter atraído diversos benefícios a sua saúde e ter criado muitas amizades, conseguiu estimular familiares a também participarem das corridas, entre elas a filha Evelin. “Hoje corremos diversas provas e sempre vamos juntas. O esporte também nos proporcionou lazer nos finais de semana. Um lazer saudável”, finaliza.

Fala Leitor
Se você possui uma sugestão de pauta, artigo ou um fato que deseja noticiar, entre em contato conosco pelo Fala Leitor.
imagens recentes no Portal
Semana da Baleia Franca começa nesta quinta-feiraGaleria de arte da Acic recebe nova exposiçãoVÍDEO: O terceiro ciclo econômico: do carvão à prestação de serviços e ao comércioVÍDEO: Saiba como separar o seu resíduo e como eles chegam aos catadoresJogadores do Tigre visitam alunos da Educação InfantilExposição Arte, Cultura e Tatuagem chega ao Nações Shopping