InternetData CenterAssinante

Studio Ariana Couto abrange área da micropigmentação, estética e saúde

Espaço recém-inaugurado em Jaguaruna atende demanda que busca melhorar aparência
Studio Ariana Couto abrange área da micropigmentação, estética e saúde
Foto: Divulgação
Por Jessica Rosso Em 03/06/2019 às 13:21

Não é de hoje que existe uma demanda que possui o desejo e busca melhorar a aparência. Fazer preenchimento labial, ter uma sombrancelha bem desenhada e ganhar lindos cílios volumosos e curvados, por exemplo, fazem parte do pacote que o mercado da beleza tem apresentado nos últimos anos. Esta área também abriu espaço para profissionais se especializarem e oferecerem serviços diferenciados.

Além disso, há algum tempo percebe-se que a procura pelo mercado estético tem se diversificado e crescido, atraindo pessoas de ambos os sexos e de diferentes idades. No Studio Ariana Couto, recém-inaugurado em Jaguaruna, a proprietária Ariana Couto resolveu ir além de oferecer o serviço de micropigmentação e estética, abrangendo também a área da saúde.   

     

A micropigmentação é uma maquiagem semi permanente utilizada para dar maior destaque as sobrancelhas e lábios corrigindo falhas e problemas como simetria, cicatrizes entre outros. É uma técnica de implantação de pigmento que atinge apenas a primeira camada da pele dando efeito temporário de um a dois anos sendo necessário retoque após esse tempo, conforme explica a proprietária que é micropigmentadora.

Este procedimento dura em torno de duas horas e é indolor, “porque usamos anestésicos tópicos na área. Também atendo os serviços de designer de sobrancelhas de rotina, depilação egípcia facial e depilação corporal com cera de mel”, ressalta Ariana.

Ainda no mesmo espaço outras profissionais atuam na área de harmonização oro facial, estética corporal e facial avançada, alongamento de unha, lifting de cílios e serviços de manicure pedicure. Na área da saúde, o espaço conta com uma nutricionista.

 

(Foto: nutricionista no Studio Ariana Couto)

 

   Mercado da micropigmentação segue em alta

Apesar do serviço de micropigmentação ser bastante procurado pelo público, tanto feminino quanto masculino, existem muitas dúvidas em relação ao procedimento. As principais foram respondidas pela profissional Ariana Couto. Confira: 

Portal Engeplus: o procedimento dói? A cor vai ficar muito escura? Vai ficar muito exagerado ou artificial? 

Ariana Couto: Hoje em dia temos técnicas para deixar uma sobrancelha mais natural, lábios revitalizados apenas com efeito natural e o procedimento não dói. Em relação a cor, temos uma variedade bem grande de cor de marrons para sobrancelhas, então cada pessoa é um tom diferenciado dando um ar mais natural.

Portal Engeplus: Para fazer a micro precisa tirar todo o pêlo da sombrancelha? 

Ariana Couto: Não, na verdade não se deve, porque não ficaria tão natural. 

Portal Engeplus: Homens também podem fazer o procedimento?

Ariana Couto: Hoje em dia homens também fazem a micropigmentação tanto nas sobrancelhas como também nos lábios, mais até nos lábios, porque têm homens que tem o lábio muito arroxado ou muito esbranquiçado, então  fazem a revitalização do lábio só pra dar aquela cor mais saudável, e isso quebra um tabu de que é só para mulher.

No geral, Ariana conta que o Studio atende um público diversificado em todos os serviços oferecidos, não deixando de fora a terceira idade. Segundo ela as mulheres idosas que realizaram o procedimento com ela da micropigmentação se sentiram rejuvenescidas e felizes.

Ao se apaixonar pela área, veio o investimento e o próprio negócio

Foram 5 anos para chegar até o Studio desejado. Mas antes disso, Ariana teve que tomar decisões, se esforçar e se dedicar muito para alcançar seu objetivo. A micropigmentadora escolheu a profissão por comodidade, depois disso é que se apaixonou pela área e começou a investir no mercado das sobrancelhas.

"Na época eu engravidei e fiz o curso de designer de sobrancelhas já com intenção de começar na área no período de licença maternidade e se desse certo eu largaria  trabalho fichado que eu tinha na escola de curso profissionalizante e começaria atendendo em casa. Na época eu e meu marido montamos uma sala separada nos fundos da minha casa e assim iniciei um mês após o parto do meu primeiro filho. Fiz um propósito de que se no primeiro mês eu tirasse para pelo menos pagar a parcela da minha casa, que era financiada, eu sairia do emprego fixo e trabalharia apenas com depilação e designer de sobrancelha e foi assim que aconteceu". 

Ariana conta que divulgava os seus trabalhos para amigas e na rede social, que na época era o Orkut. "Trabalhei por três anos e meio na minha casa. Com dois anos de profissão de designer de sobrancelha eu fiz o curso de micropigmentação. No começo eu fazia pouco, porque não achava o meu trabalho bom o suficiente, mas comecei a fazer vários cursos e fui me sentindo mais confiante. Após três anos e meio, aluguei uma sala no Centro, dentro de um consultório odontológico onde trabalhei por mais um ano e meio, mas sempre com desejo de abrir um espaço meu.Um Studio no Centro, completo onde entrasse estética, saúde e micropigmentação. Hoje tenho o Studio Ariana Couto", conta. 

Ariana também conta que passou por alguns desafios. "Para chegar aos resultados que eu tenho hoje na micropigmentação foi com muito treino, muitos cursos. O investimento é bem alto, tanto nos cursos, como os produtos. Mas com bastante persistência chegamos ao resultado desejado e ao retorno financeiro". Ela finaliza dizendo que não encontrou dificuldades específicas na área já que sempre teve o apoio da família."Sempre me dei bem com as clientes e normalmente elas sempre voltam para fazer outros procedimentos. O desafio é sempre trazer o melhor e o que tem de mais novo no mercado. Procuro todos os anos fazer cursos e participar de congressos, feiras, para estar sempre me atualizando para clientes e alunas", concluiu.

O espaço fica localizado na rua Alfredo Bernadine, no Centro de Jaguaruna, com atendimentos de segunda a sábado.