InternetData CenterAssinante

Centro Integrado em Saúde: o lugar em que pais e filhos realizam atividades juntos

Localizado em Criciúma, Únic conta com Centro de Potencialização Infantojuvenil
Por Heitor Carvalho Em 26/08/2019 às 15:55

“Vou ter que parar de fazer minhas atividades físicas”. Esse foi o pensamento da maquiadora Pam Pizzetti, mãe da Melissa Pizzetti Colombo, assim que a Mel nasceu. Passado um ano e seis meses, mãe e filha realizam atividades físicas no mesmo espaço, na Únic Centro Integrado em Saúde.

O que possibilita às duas dividir o mesmo espaço é o fato de a Únic contar com um Centro de Potencialização Infantojuvenil (Cepin). “É aqui que eu cuido do meu corpo, da minha mente e também da minha filha”, afirma Pam, que faz uso de osteopatia, terapias holísticas e também podologia.

A partir dos seis meses de idade, a Únic já recebe os bebês acompanhados de seus responsáveis.“Somos um Centro Integrado em Saúde, então disponibilizamos nossos serviços em diversas áreas de atuação”, afirma André Luís Garcia Teixeira, fisioterapeuta e sócio-proprietário da Únic.

As atividades desenvolvidas com as crianças são baseadas nas informações repassadas pelos responsáveis. “Realizamos o mapeamento da criança, nos comunicamos com a família, com a escola e também com os médicos, sempre com objetivo de potencializar o que já está desenvolvido e desenvolver o que está em defasagem”, explica Felipe Minatto, instrutor de atividades do Cepin.

Ainda de acordo com Minatto, as atividades são desenvolvidas em um ambiente seguro, projetado totalmente para as crianças. “Trabalhamos com o que a criança gosta, com o que ela se identifica, afinal cada criança é uma criança. Esse trabalho personalizado é o que nos possibilita atender crianças autistas”.

Para a mãe que viu a filha dar os primeiros passos no local, o sentimento é de safistação. “As crianças não ficam em uma área de recreação, não ficam apenas brincando, elas ficam se desenvolvendo. A prova disso é a Mel, que veio para a primeira sem andar e na segunda já estava andando, não me aguentei, chorei”, conta Pam.

Além da mãe e da filha, o marido e pai Tiago Colombo também é mais um cliente do local, que reforça o cumprimento de seu objetivo de atender a família, fazendo com que pais de crianças recém-nascidas não cuidem apenas das crianças, mas de si também.