InternetData CenterAssinante

Entrevista: Agenor Silvestre (PR)

Candidato ao cargo de deputado estadual
Entrevista: Agenor Silvestre (PR)
Por Cyntia Amorim Em 22/09/2014 às 12:40

O candidato Agenor Silvestre, filiado ao Partido da República (PR), é candidato ao cargo de deputado estadual. É médico cardiologista e trabalha no Hospital São José de Criciúma. Há 28 anos atuando na área da saúde, Silvestre é formado pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), sendo que fez sua especialização nos Estados Unidos.

O envolvimento com a política surgiu após ser convidado para coordenador a Unidade de Terapia Intensiva (UTI), do hospital. O candidato acredita que a administração desse setor foi uma prévia de como funciona a política e o que despertou seu interesse pela área. “De certa forma eu já estava fazendo política ali dentro e isso me motivou a querer continuar lutando por interesses públicos”, ressalta ele.

Bandeiras e propostas - Por incentivo de outros políticos, Silvestre decidiu enfrentar o desafio de ser deputado estadual, sendo que o foco dele é lutar por um sistema de saúde melhor. Se for eleito, o político continuará com o consultório médico uma vez por semana. “Precisamos de médicos especialistas nas diversas especialidades para diminuir as filas. Vou lutar também pelo reajuste da tabela do Sistema Único de Saúde (SUS) que não é alterado há mais de 20 anos. Outro fator que quero mudar também são os gastos dos hospitais para que o dinheiro seja melhor utilizado”, frisa o candidato.

Silvestre salienta que vai lutar para diminuir a redução dos encargos financeiros dos hospitais comunitários e filantrópicos. “Pretendo tornar esse tipo de entidade isenta do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Prestação de Serviços (ISMS). Com isso, será possível baratear em 27% o custo dos medicamentos, já que os gastos com energia elétrica, lixo hospitalar, esgoto e água serão remanejados para esses fins”, destaca.

Na educação o político observa dois pontos a serem melhorados. O primeiro é a evolução e amadurecimento das aulas na atualidade. Ele acredita que por causa da alta tecnologia que as crianças têm hoje, cabe ao professor ser um facilitador do conhecimento nesse novo sistema. Ele pretende também valorizar mais os professores e proporcionar mais equipamentos tecnológicos.

“Pretendo também focar meus esforços em cursos profissionalizantes. Quero melhorar e expandir os cursos profissionalizantes em Santa Catarina já que é uma área intermediária, entre o ensino médio e a faculdade, e que pode proporcionar grandes oportunidades à população”.

Quanto as propostas de meio ambiente e infraestrutura o candidato pretende reforçar os planos já existentes, como projetos de energia sustentável, energia eólica e a criação de uma nova rota asfaltada que ligaria as regiões Sul à capital do Estado. Já na parte de segurança pública, o candidato pretende contratar novos profissionais e criar um sistema contra o tráfico de drogas. Outro projeto neste segmento é a otimização do espaço nos  presídios e penitenciárias.

“Não precisamos investir mais em novas penitenciárias e prisões, precisamos é criar uma metologia de utilização do espaço. A minha ideia é criarmos um rodízio de leitos e um sistema de trabalho para eles. Cada detento terá oito horas para dormir e enquanto não estiver dormindo estará em serviço”, planeja Silvestre.

Voto do eleitor: Diante dessas propostas o candidato acredita que merece o voto do eleitor. “Não sou político, sou médico e já poderia estar aposentado. Mas decidi fazer algo pela sociedade e melhorar, principalmente, o sistema de saúde e de educação do país. Pois a partir disso, melhoramos o resto”.