InternetData CenterAssinante

Parceria com IFSC vai gerar 30 vagas de cursos para as Mulheres de Urussanga

Projeto é resultado de uma parceria entre os Câmpus Tubarão e Criciúma
Parceria com IFSC vai gerar 30 vagas de cursos para as Mulheres de Urussanga
Foto: Divulgação
Por Redação Engeplus Em 19/10/2021 às 12:10

O Governo Municipal de Urussanga e o Campus Criciúma do Instituto Federal de Santa Catarina (IFSC) assinaram parceria para ofertar cursos do projeto “Autonomia social e econômica: gerando renda e valorizando o trabalho feminino”. O projeto é resultado de uma parceria entre os Câmpus Tubarão e Criciúma, com recursos da Secretaria Nacional de Políticas para as Mulheres (SNPM), do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos.

Serão ofertadas vagas para 490 mulheres em situação de vulnerabilidade social das regiões da Amurel e da Amrec, por meio de cursos de Formação Inicial e Continuada (FIC) em áreas como Geração de Renda, Tecnologia e Valorização do Trabalho Feminino, Empreendedorismo Feminino, Comunicação e Atendimento ao Cliente, Inovação e Criatividade, Inclusão Digital, Instalações e Serviços de Eletricidade, Cidadania, Alfabetização e Letramento.

Na Amrec, cinco municípios foram contemplados: Urussanga, Criciúma, Balneário Rincão, Içara e Siderópolis. Eles receberão o curso de “Geração de renda, tecnologia e valorização do trabalho feminino”, com 30 alunas por turma, num total de 150 mulheres contempladas

Em Urussanga as inscrições para o curso iniciam em janeiro de 2022, e o eixo temático será a formação na área de manicure e pedicure. "Teremos 30 vagas disponíveis para Urussanga. Estamos na fase de realizar o levantamento das necessidades e mapeando das mulheres que necessitam desta capacitação” explica a secretária de assistência social, Rosane de Brida Benedett.

Estiveram participando do ato de assinatura da parceria, o prefeito interino, Jair Nandi, a secretária de assistência social, Rosane de Brida Benedett, o diretor do IFSC do Campus Criciúma, Daniel Comin da Silva e a coordenadora pedagógica do projeto, Michele Alda Guizzo.  

Leia mais sobre: