InternetData CenterAssinante

Gestão do futuro: 5 lições que a pandemia ensinou aos empresários e seus negócios

Senac Criciúma está com inscrições abertas para o MBA em Gestão Estratégica Corporativa
Gestão do futuro: 5 lições que a pandemia ensinou aos empresários e seus negócios
Por Redação Engeplus Em 27/09/2021 às 09:02

Não há como negar que empresas em todo o mundo tiveram que se adaptar às mudanças causadas pela pandemia da Covid-19. O “novo normal” alterou não só a gestão das equipes em home office e reuniões mediadas por aplicativos, como também transformou o comportamento dos consumidores e experiências de compras.

Segundo dados do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas), sete em cada dez empresas em atividade sofreram diminuição nas vendas ou serviços comercializados*. Nesta conjuntura, até mesmo as organizações mais tradicionais tiveram que se reinventar para evitar perdas e encontrar novas oportunidades de crescimento em tempos de crise.

Todo este cenário exigiu muita inovação, criatividade e o desenvolvimento de novos modelos de negócios. Além de uma nova postura dos gestores para contornar as incertezas e apostar em estratégias para motivar equipes, lidar com o rápido ritmo de transformação tecnológica e buscar novas soluções com olhar para o futuro.

A prof. Dra. Vera Susana Lassance Moreira, do MBA em Gestão Estratégica Corporativa da Faculdade Senac Criciúma, acredita que os gestores enfrentaram grandes desafios durante a pandemia. Mas que, ao longo dos meses, também aprenderam lições valiosas – e que serão fundamentais para a retomada dos negócios no pós-pandemia:

 

  • Quem não era bom antes ficou pior: Para a Dra Vera Moreira, a boa gestão tem algumas premissas, entre elas a delegação, a formação da equipe cuja base é a confiança. Um gestor que anteriormente tinha tendência a centralizar e não delegar tarefas, teve muitas dificuldades de fazê-lo de forma remota.

  • Gerenciar tarefas e não pessoas: “Temos que esquecer as antigas formas de contrato com os nossos empregados, novas combinações devem ser feitas deixando de valorizar a simples ocupação do posto de trabalho e valorizar o fruto do trabalho”, afirma.

  • Gestores precisam ter clareza da cultura da organização: Com a pandemia, o contato que antes era diário com a empresa passou a ser concretizado quase que exclusivamente através do gestor. “Se ele não tiver clareza e alinhamento com o modelo que a organização quer transmitir provavelmente não teremos alinhamento nas ações dos empregados remotos”, acredita.

  • Conhecer as pessoas é essencial: “O grupo que gerenciamos, bem como pares e os nossos próprios gestores precisam ser conhecidos. Não é porque estamos nos relacionando de forma remota que essas questões não vão atravessar nosso caminho, vão sim e precisam de uma gestão rápida e segura”, comenta a especialista do Senac SC.

  • O gerente não sabe tudo: Humildade para saber ouvir o que o funcionário está pensando, percebendo, concluindo e fazendo é essencial. “Aprenda a respeitar o tempo de silêncio que libera a pessoa para falar o que, de fato, pensa ou sente”, diz.

 

Para compreender a fundo estas novas perspectivas, buscando uma visão estratégica e corporativa nas organizações, a Faculdade Senac Criciúma está com inscrições abertas para o MBA em Gestão Estratégica Corporativa. As disciplinas que compõem a estrutura curricular do MBA são divididas em três eixos temáticos: análise, inserção competitiva e processo decisório. Tudo isso com uma equipe de docentes que atuam nas mais renomadas instituições do país.

O MBA conta, ainda, com simpósios internacionais, ministrados por professores da Ashland University, dos Estados Unidos, que trazem uma visão global sobre as questões estratégicas que envolvem as organizações contemporâneas, especialmente agora, com o enfrentamento de cenários complexos para a gestão de equipes e negócios.

Para outras informações sobre o MBA em Gestão Estratégica Corporativa acesse o site www.sc.senac.br. Detalhes sobre matrículas, valores e descontos especiais pelo telefone (48) 98419-7893 (WhatsApp) ou e-mail criciuma@sc.senac.br .

*Fonte: IBGE