InternetData CenterAssinante

Alunos da rede municipal de Criciúma podem receber aula de idioma italiano a partir de 2022; entenda

Ainda não está definido quantas e quais escolas devem receber o projeto
Alunos da rede municipal de Criciúma podem receber aula de idioma italiano a partir de 2022; entenda
Foto: Arquivo/Decom
Por Thiago Hockmüller Em 06/10/2021 às 17:03

Uma parceria com o 'Centro di Cultura Italiana' pode proporcionar aulas de idioma italiano para alunos da rede municipal de ensino de Criciúma a partir de 2022. O projeto ainda está em fase de elaboração e não há definição de quantas e quais escolas receberão o programa, que não produzirá ônus para a Prefeitura de Criciúma.

Já está firmado um acordo de cooperação entre o Centro Di Cultura Italiano e a Prefeitura de Criciúma. Agora, ambos aguardam o aval do Governo Italiano para que seja cumprido e iniciado o projeto. A ideia é oferecer o curso no contraturno escolar. Como o projeto é piloto, a extensão dele para um número grande de escolas e alunos dependerá do sucesso, conforme explica o presidente da Fundação Cultural de Criciúma (FCC), Zalmir Casagrande. 

“A pessoa que está à frente do instituto tem ligação com Criciúma e vieram propor a colocação de aulas de italiano na rede escolar. Estudamos o formato, entendemos que é uma oportunidade boa até pela nossa colonização e vontade de inovar na educação. O idioma italiano será para inovar, pois é a nossa língua mãe”, explica.

Dentro da parceria, a Secretaria Municipal de Educação entrará com a estrutura e alunos - a princípio do 5° ao 9° ano. Já o instituto será responsável pela contratação de professores, material didático e plano de ensino. Zalmir explica que o projeto já funciona em outras cidades e a própria instituição possui profissionais mapeados para atuarem em Criciúma. 

“É um incentivo para as crianças. Assim como a arte e a literatura, aprender o idioma italiano vai ajudar muito no futuro dos alunos, vai melhorar o Ideb (Índice de Desenvolvimento da Educação Básica) e os alunos terão resultados melhores”, projeta.

A intenção é que as aulas de italiano comecem juntamente com o ano letivo de 2022.