InternetData CenterAssinante

Unesc aposta no conhecimento para garantir a segurança no campus e a excelência nas aulas

Mais de cem monitores foram capacitados para questões de biossegurança e tecnologia
Unesc aposta no conhecimento para garantir a segurança no campus e a excelência nas aulas
Foto: Divulgação
Por Redação Em 17/09/2020 às 17:52

A Unesc segue atuando para proporcionar um retorno seguro e assertivo no segundo semestre de 2020. Nesta quinta-feira, dia 17, mais de cem monitores passaram por  capacitação, respeitando a capacidade pandêmica das salas, ministrada por equipes do DDH (Departamento de Desenvolvimento Humano), DTI (Departamento de Tecnologia da Informação), Diretoria de Ensino de Graduação, Assessoria Pedagógica Universitária e Reitoria. “A Universidade tem mobilizado sua expertise em nome da vida. Esta importante ação possibilitará a preservação da saúde das pessoas e a excelência no desenvolvimento das aulas híbridas deste semestre”, evidenciou a reitora, Luciane Bisognin Ceretta.

O momento, conforme o diretor de Ensino de Graduação, Marcelo Feldhaus, faz parte da organização da Universidade para a retomada gradual das atividades práticas, quando as condições sanitárias possibilitarem. A proposta é entregar uma equipe capacitada para auxiliar os professores e as equipes da Instituição. “Como principal premissa, a Universidade tem a valorização da vida como uma de suas centralidades em todo este tempo de afastamento social. Estes monitores estarão distribuídos em todo o campus, cuidando da aferição de temperatura, controlando o acesso aos blocos, mantendo o distanciamento e proporcionando o suporte ao processo de adaptação tecnológica”, explicou. 

Em um ambiente preparado para receber o encontro, a troca de conhecimentos teve teoria e prática, oportunizando o domínio completo dos equipamentos e dos procedimentos de biossegurança. “Os monitores estarão atuando a partir do dia 21. Teremos a presença destas equipes nos três períodos, manhã, tarde e noite. Hoje eles também estão conhecendo o perfil do profissional da Unesc, os métodos e processos de biossegurança e a tecnologia implantada na Instituição”, contou a assessora da Gestão do Campus, Elisangela Machado.

A estudante de Arquitetura e Urbanismo Andressa Flores atua no Setor de Arte e Cultura. Ela foi convidada para desempenhar o papel de monitora e não pensou duas vezes antes de aceitar. “Vivemos um desafio. Acredito que a função desta equipe será de grande importância. Quando recebi a ligação não tive dúvidas em aceitar. Sei da importância deste papel diante do que vivemos”, destacou. 

O DDH foi responsável pelo recrutamento para a função. A coordenadora do setor, Mariléia Maciel, destacou a necessidade de uma busca por pessoas engajadas para contribuir.  “É um novo momento na Universidade. Existe uma grande importância neste processo, que exige engajamento, comprometimento e pró-atividade para um só objetivo”, afirmou. 

Procedimentos para uma retomada segura 

O segundo semestre iniciou em 2 de setembro. Como preparação, a Universidade investiu em equipamentos e treinamentos sobre biossegurança para professores e colaboradores. Para garantir a excelência nas aulas, o modelo híbrido ganhou ainda mais destaque. Neste formato, o professor estará no campus e suas explicações serão transmitidas em tempo real. Os acadêmicos que tiverem interesse em participar das aulas presencialmente poderão fazer participando de um rodízio de quando a matriz de risco permitir, no momento temos autorização apenas para presencialidade em atividades práticas e estágios. Todas as condições ocorrerão de acordo com as condições pandêmicas. 

As aulas transmitidas continuarão sendo gravadas. Para atender da melhor maneira aos estudantes de todos os cursos, a Unesc equipou os espaços formativos com câmera, áudio, vídeo e microfone de lapela (individual para cada professor). Das 250 salas, 145 terão dois equipamentos de data show (para a ampliar a interação do professor com os estudantes que estiverem presencialmente e os que acompanharão de modo remoto pelo Google Meet), quadro adaptado para melhorar a captação pela câmera, iluminação adaptada para melhor qualidade na captação e transmissão das imagens.

Colaboração: Assessoria de Imprensa Unesc

Leia mais sobre: